Corredores de ônibus em Florianópolis

sexta-feira, 17 de abril de 2009


O terceiro corredor para ônibus em Florianópolis começa a funcionar nesta quinta-feira. A faixa da direita da ponte Colombo Salles, no sentido Ilha-Continente, se tornará exclusiva aos coletivos. Serão beneficiados os cerca de 40 mil passageiros de ônibus que vão da Ilha ao Continente todos os dias. Desta vez, não haverá fase de testes com cones. A linha branca será pintada na noite desta quarta-feira e o sistema começa a funcionar na manhã de quinta. Se chover muito nesta quarta-feira e na madrugada, de modo que não seja possível pintar a faixa, a operação do corredor pode ser transferida para sexta-feira.A medida já estava em estudo, mas a decisão por começar na quinta-feira foi tomada nesta terça, em reunião entre a Secretaria de Transportes, Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (Ipuf), Polícia Militar (PM) e empresas de ônibus. A prefeitura estima uma economia de 20 a 30 minutos em horários de pico em cada viagem. Segundo a Secretaria de Transportes e Terminais, 748 viagens de ônibus por dia são realizadas para o continente (208 de ônibus rodoviários, 450 intermunicipais e 90 municipais). Com as mudanças, os motoristas de carro precisarão ter atenção redobrada ou optarem por andar de ônibus. De acordo com o tenente-coronel Newton Ramlow, nos primeiros 15 dias a PM vai orientar os motoristas e dará atenção especial ao sistema. Depois, é prevista a aplicação de multas para quem trafegar pela faixa contínua. Segunda etapa Esta é a primeira etapa do corredor. Na segunda etapa, estuda-se a ampliação do corredor pela Avenida Ivo Silveira, para onde todos os ônibus serão transferidos, inclusive os que hoje circulam pela Via Expressa. A prefeitura planeja também iniciar daqui a 15 dias um corredor exclusivo, no sentido Bairro - Centro, no Sul da Ilha, no horário de pico da manhã (entre 6h30min e 8h30min). Estuda-se utilizar o acostamento da SC-405, no Rio Tavares, como corredor exclusivo.


0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960