Recife: Metrô: Linha Sul inicia ampliação

terça-feira, 2 de dezembro de 2008


Como parte das obras de expansão da Linha Sul do Metrô, após 14 dias de teste, o Recife ganhou oficialmente um novo trecho e uma estação - a Tancredo Neves - na Imbiribeira, inaugurada na manhã de ontem. A meta é, até dezembro deste ano, iniciar a operação experimental até a Estação Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes, acrescentando cinco trechos e estações, além da inserção de mais dois trens modernizados no percurso. Com a futura ampliação, a Linha Sul passará a funcionar com doze estações metroviárias em um percurso de 14,3 quilômetros, com a utilização de 25 trens elétricos. Terminada a expansão, a meta do Metrorec é que a Zona Sul receba 5.500 usuários por dia. A expectativa é que em no mínimo quatro anos, 40 trens estejam em operação.
Atualmente, a estação atende todos os dias a um público de cerca de cinco mil usuários, mas esse número deve aumentar após a inauguração do maior terminal de integração do sistema em número de linhas de ônibus integradas, que será construído ao lado da estação. Segundo o chefe do departamento de estações, Alexandre Ramalho, após finalizado, espera-se que o terminal atenda a uma demanda diária de 30 mil usuários. “Temos a previsão de que o terminal de integração vá funcionar com 16 linhas de ônibus que darão acesso a toda Zona Sul, incluindo Jordão, Ibura e as URs”, contou. Ainda em processo de licitação, a meta é concluir a obra, construída em uma área de 11.684,69 metros quadrados, em 2010.
Além da estação Tancredo Neves, as de Joana Bezerra, Cajueiro, Aeroporto, Porta Larga e Prazeres também receberão terminais integrados. “Serão seis terminais ao todo e, para isso, estamos investindo R$ 72,5 milhões. A qualidade do serviço é uma preocupação nossa”, disse o ministro das Cidades, Márcio Fortes. O projeto ainda está em processo de repasse de verba e licitação. Para a vendedora de quentinhas Iraci Ferreira da Silva, de 47 anos, essa é uma possibilidade a mais para facilitar o dia-a-dia. “Vendo almoço e tenho sempre que sair para comprar as coisas. Com essa estação, ficou mais fácil e rápido. Vai beneficiar mais ainda quando fizerem o terminal integrado”, opinou.
Com a chegada dos investimentos do PAC as obras no Metrô do Recife puderam ser agilizadas. “Iniciamos esse projeto em 1999 com as licitações e em 2000 começamos as obras”, contou o coordenador de operações da CBTU/Metrorec, André Malibeu. Para o projeto de ampliação, estão sendo investidos R$ 309,3 milhões vindos do PAC. Depois de finalizado os 14,3 quilômetros da Linha Sul Metrô, o Recife irá abrigar um sistema integrado de transporte metroviário do Brasil com 33,1 quilômetros de extensão. Hoje o sistema já considerado o segundo maior em extensão do País, perdendo apenas para o de São Paulo, que possui 65 quilômetros.


Fonte: Folha de Pernambuco

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960