Recife: Começa cadastramento de crianças para nova bilhetagem

sábado, 22 de novembro de 2008


Tem início nesta terça-feira (18) o cadastramento das crianças menores de 6 anos para o novo sistema de bilhetagem eletrônica, que entrará em vigor no Grande Recife a partir de janeiro de 2009. O Vale Eletrônico Metropolitano (VEM) infantil é um cartão gratuito que dá aos menores o direito de passar normalmente pelas catracas dos ônibus do Sistema de Transporte Público.

O cadastramento das crianças será feito em vários pontos da Região Metropolitana e será estendido até o dia 18 de dezembro. Após essa data, o atendimento passará a ser feito de forma centralizada na gerência Comercial do Grande Recife Consórcio de Transporte.

Para solicitar o VEM infantil, os pais - ou responsável legal pela criança - devem se deslocar, entre 9h e 17h, para um dos 11 postos de cadastro (lista no link ao lado) distribuídos no Grande Recife, incluindo terminais de integração e estações do metrô.

A documentação exigida será: certidão de nascimento da criança (cópia e original); carteira de identidade ou profissional dos pais ou responsável legal (cópia e original); comprovante de residência (cópia e original) e 01 (uma) foto 3x4 da criança com fundo branco. Após o cadastro, os pais ou responsáveis levarão para casa um protocolo de cadastramento.
READ MORE - Recife: Começa cadastramento de crianças para nova bilhetagem

Natal: Plano Diretor prevê roteiros e tarifas diferenciadas


Reorganizar a estrutura de transportes intermunicipais da região metropolitana de Natal (RMN), oferecendo tarifas coerentes e novas opções de trechos que atendam à crescente demanda populacional. Essas são algumas propostas do Plano Diretor de Transportes da RMN apresentado pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Estado (DER) aos empresários de ônibus e demais setores da sociedade esta semana. “A idéia é implantar terminais integrados com linhas alimentadoras, troncais, diretas e inter-terminais. Não haverá tarifa única mas os valores das passagens serão aplicados a partir de cada realidade”, explica a diretora de Transportes do DER, Valéria Vieira. O projeto pretende trabalhar de forma integrada o transporte interurbano de forma a desafogar corredores de ônibus que hoje se encontram saturados, e não descarta a construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). A qualidade do serviço oferecido também foi discutida na criação do projeto, que teve a participação de setores públicos, empresas de transporte e sociedade civil organizada. “O embasamento técnico está muito bom e ele é pé no chão, mas vai caber ao Governo do Estado decidir sobre a viabilidade de cada alternativa apresentada. As mudanças no fluxo de pessoas previstas para o município de São Gonçalo com a construção do aeroporto, que vai gerar empregos no município, também foram analisadas”.

READ MORE - Natal: Plano Diretor prevê roteiros e tarifas diferenciadas

São Caetano reajusta tarifa de ônibus em 15%

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Os usuários de transporte coletivo de São Caetano, que desde 2005 pagam R$ 2 pela passagem, vão ter que desembolsar mais 15% pelo serviço a partir de amanhã. A prefeitura resolveu reajustar o preço que vai chegar a R$ 2,30, equiparando o valor ao de outras cidades do ABC, como São Bernardo, Santo André e Diadema, que já praticam a tarifa desde o ano passado. Mesmo antes do reajuste, usuários já se queixam do serviço sendo que a reclamação mais freqüente é a espera nos pontos de parada. O prefeito José Auricchio Jr. (PTB) disse ao REPÓRTER que o reajuste era necessário para adequação das planilhas de custo.Tínhamos a menor tarifa de transporte público do ABC, mas não era possível mais manter esse valor, justificou. O aumento vem pouco mais de um mês após a eleição municipal, porém o petebista disse que não há relação entre os assuntos.O aumento era necessário, resumiu. Enquanto o chefe do poder Executivo programa o aumento da tarifa de transporte coletivo, os usuários se queixam do tempo que esperam pelos coletivos, insatisfação que aumenta quando informados pelo REPÓRTER sobre o aumento do preço da passagem.Eu venho até o terminal de São Caetano para não ter que pagar os R$ 2,40 da passagem intermunicipal. Agora não vai compensar mais vir até aqui, disse a dona de casa Maria de Almeida. Apesar de reclamar da demora do ônibus, cujo destino é o bairro Mauá, a usuária admite que fora isso o serviço é bom.Os ônibus são bem limpos, avalia. O mais insatisfeito dos usuários foi Robson Alves Pimenta, que enquanto falava com a reportagem, já contabilizava uma demora de quase 40 minutos do ônibus Oswaldo Cruz.Todo dia é assim, não importa em que horário, disse o usuário enquanto tomava um sorvete, segundo ele para ajudar a passar o tempo.

READ MORE - São Caetano reajusta tarifa de ônibus em 15%

Grande Recife inicia cadastramento de crianças para a bilhetagem eletrônica

sexta-feira, 7 de novembro de 2008


Dando continuidade ao processo implantação do novo sistema de bilhetagem eletrônica, que entrará em vigor em janeiro de 2009, o Grande Recife Consórcio de Transporte iniciará no próximo 18 de novembro o início o cadastramento de crianças menores de seis anos que irão utilizar o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM) infantil - cartão gratuito destinado a este público - para garantir o uso de todo o Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR), sem ônus e sem limite de utilização. A primeira fase do processo de cadastramento será realizado em vários pontos da região metropolitana e será estendido até o dia 18 de dezembro. Posteriormente a esta data, o atendimento passará a ser feito de forma centralizada, na Gerência Comercial do Grande Recife, localizado na avenida Agamenom Magalhães. O período de entrega dos cartões será posteriormente divulgado. Para solicitar o VEM infantil, os pais - ou responsável legal pela criança - devem se deslocar, entre 9h e 17h, para um dos 11 postos de cadastro (ver lista abaixo) distribuídos na RMR, incluindo terminais de integração e estações do metrô. A documentação exigida será: certidão de nascimento da criança (cópia e original); carteira de identidade ou profissional dos pais ou responsável legal (cópia e original); comprovante de residência (cópia e original) e 01 (uma) foto 3x4 da criança com fundo branco. Após o cadastro, os pais ou responsáveis levarão para casa um protocolo de cadastramento. É importante salientar que o Grande Recife não irá solicitar a presença da criança durante o cadastramento. Para o presidente do Grande Recife, Dilson Peixoto, o benefício destinado às crianças representa o início dos avanços tecnológicos que a nova bilhetagem disponibilizará para os usuários da RMR. “Estamos trabalhando para abranger ao máximo a nova tecnologia para todos os usuários do sistema. Finalmente está chegando ao fim o constrangimento dos pais presenciarem seus filhos se arrastando para passar pela catraca do coletivo”, destacou. Com a utilização do VEM Infantil – que teve um layout criado especialmente para o público com idade abaixo de seis anos, levando em conta à visão da criança sobre o transporte e cidadania – não terá custo para os usuários. O direito do uso é exclusivo do beneficiário, que poderá passar pela catraca como qualquer outro usuário. O primeiro passo para a implantação da nova tecnologia foi o recadastramento dos estudantes que utilizam o Passe Fácil, que teve início no dia 15 de outubro e segue até o final do mês de novembro. Locais de cadastramento: 1.Terminais: •PE-15 •Igarassu •Cais de Santa Rita •Macaxeira 2.Estações de ônibus e metrô: •Recife •Joana Bezerra •Barro •Jaboatão dos Guararapes •Camaragibe 3. Gerência Comercial do Grande Recife (Av. Agamenon Magalhães) 4.Centro de Referência à Assistência Social (Vila Roca – Cabo de Santo Agostinho) Documentação necessária: •Certidão de nascimento da criança (cópia e original) •Carteira de identidade/trabalho do pai ou responsável legal (cópia e original) •Comprovante de residência (cópia e original) •01 (uma) foto 3x4 com fundo branco da criança

READ MORE - Grande Recife inicia cadastramento de crianças para a bilhetagem eletrônica

Grande Recife implementa novo Sistema de Bilhetagem Eletrônica


Montreal Informática. Esse é o nome da empresa vencedora do processo de licitação para a implantação do novo modelo de Bilhetagem Eletrônica no Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR). A empresa carioca foi oficializada como vencedora da concorrência no último mês de setembro, após o cumprimento de todas as etapas da licitação, incluíndo a entrega e aprovação das amostras de softwares que serão utilizados. A modernização no sistema de bilhetagem contratado pelo Grande Recife representa um avanço inédito no setor. Diferentemente do que acontece em outras cidades (do Brasil e do exterior) – onde há soluções extremamente modernas sendo utilizadas de forma individualizada - o sistema que será implantado na RMR agregará, de forma totalmente integrada, várias soluções tecnológicas. As vantagens da nova bilhetagem serão percebidas de imediato pelos usuários. Um dos destaques será o carregamento embarcado. Ou seja, a inserção de créditos no cartão eletrônico (no Vale-transporte ou Passe Fácil) será feita no próprio ônibus, após pagamento de boleto bancário, que poderá ser gerado, por exemplo, através a internet. Com isso, os usuários não precisarão mais enfrentar filas. No caso do VT eletrônico o pagamento dos créditos continuará sendo feito pelas empresas.
TECNOLOGIA
Outra novidade será a adoção de cartões que utilizam a tecnologia contact less, que dispensa a inserção do cartão no validador. Mais barato, seguro e durável do que os modelos com chip (utilizados atualmente), os novos cartões serão distribuídos sem custo para os usuários. A entrega gratuita da primeira via (que atualmente custa R$ 11,50) será possível graças à redução considerável no custo do material, negociado pelo Grande Recife. A ampliação dos benefícios da bilhetagem eletrônica para um número maior de usuários será possível graças à criação de novas modalidades de cartões. Haverá peças específicas para idosos, pessoas com deficiência, crianças menores de seis anos e usuários eventuais.No caso dos beneficiários de gratuidade, o uso do cartão eletrônico representa o fim de uma das principais queixas deste público: as dificuldades geradas pela limitação do espaço destinado à gratuidade. Com o cartão na mão, idosos e pessoas com deficiência poderão decidir se querem permanecer na área prioritária ou se optam por passar pela catraca, sem a necessidade de pagamento de tarifa, já que a nova tecnologia registra o caráter gratuito deste tipo de utilização. Já as crianças menores de seis anos (que não têm direito ao Passe Fácil), poderão passar pela catraca, sem nenhum ônus, pondo fim a prática de ter pular ou passar por baixo do equipamento. Já os usuários eventuais, como turistas, ou pessoas que utilizam o STPP, mas não têm emprego formal e por isso não possuem o Vale-transporte Eletrônico poderão utilizar a versão pré-paga do cartão. A rotina será a mesma utilizada na telefonia, onde o usuário compra um cartão com uma determinada quantidade de créditos e os utiliza da forma que lhe convém. A idéia do Grande Recife é disponibilizar a venda deste tipo de cartão em pontos comerciais diversos, espalhados em toda a RMR. Para o presidente do Grande Recife, Dilson Peixoto, o avanço tecnológico da nova bilhetagem eletrônica está atrelado à necessidade de mais eficiência ao sistema. “Com o novo modelo de bilhetagem, o Grande Recife dá início a um processo de integração inédito. As vantagens para os usuários serão imediatas”, disse o presidente. Para o diretor de Tecnologia da Informação do Grande Recife, Giovanni Pellinca – que esteve à frente de todo o processo de definição de modelo e da licitação – a chegada do novo sistema representa um avanço que deve ser comemorado com orgulho por todos que fazem parte do STPP/RMR. “Trabalhamos muito e o resultado foi um sistema moderno e confiável”, destacou Dilson Peixoto. Atualmente, entre bilhetes eletrônicos (vale transporte) e Passe Fácil, existem cerca de 560 mil cartões em circulação no STPP/RMR.

READ MORE - Grande Recife implementa novo Sistema de Bilhetagem Eletrônica

Recife: Entretenimento e informação dentro dos ônibus


Você já imaginou circular de ônibus assistindo a programas voltados para educação, cultura, saúde, culinária, meio ambiente e entretenimento? Isso já é uma realidade para os usuários do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STTP/RMR), graças ao BUSTV, um canal fechado de televisão.O Grande Recife homologou o serviço a partir de um processo de negociação com as empresas operadoras que atuam na RMR. A iniciativa não terá nenhum tipo de custo para o STPP/RMR.O BUSTV começou a operar no final do mês de agosto. Inicialmente, 55 veículos, distribuídos em sete linhas, dispõem do sistema. Os coletivos foram equipados com dois monitores de 19 polegadas e cristal líquido (LCD) e um sistema de áudio especial. Os televisores são produzidos à base de polietileno, material resistente a casos de acidentes com o veículo, e blindados por uma fibra de vidro. Isso impede que possíveis acidentes danifiquem os equipamentos e evita atos de vandalismo.O presidente do Grande Recife, Dilson Peixoto, avalia de forma positiva a chegada do BUSTV no Estado. “O governo estadual tem priorizado obras e ações neste sentido. A chegada da BUSTV representa um avanço importante, pois dará aos usuários do sistema acesso à informação de excelente qualidade”, destacou.
PROGRAMAÇÃO
Os programas exibidos pelo canal BUSTV são adaptados ao tempo de viagem dos coletivos, fazendo com que os passageiros possam desfrutar dos mais variados assuntos durante o percurso. A programação local foi desenvolvida pela empresa Cabra Quente, reconhecida pela qualidade no mercado nordestino, e é controlada por uma unidade central.“Procuramos oferecer informações aos usuários e proporcionar mais de conforto durante o tempo que eles permanecem nos veículos”, destacou o sócio da BUSTV Pernambuco, Lucimério Reis. A grade de programação prevê programetes produzidos nacional e localmente. Haverá também uma cota destinada à publicidade. No Brasil, o BUSTV está presente em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Bahia. A expectativa é de que ao longo do próximo ano, 250 coletivos que circulam pela RMR sejam equipados com o BUSTV.



READ MORE - Recife: Entretenimento e informação dentro dos ônibus

Recife: RMR terá Corredor Inteligente para transporte coletivo


O Grande Recife Consórcio de Transporte anunciou mais um projeto inovador para o Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR): o primeiro Corredor Inteligente de Transporte do Nordeste. O projeto ligará a Zona Norte da Região Metropolitana do Recife (RMR) ao Centro, através de um Sistema de Gestão Inteligente, chamado de Transporte Rápido por Ônibus (TRO). A novidade foi divulgada no último dia 30 de agosto, pelo presidente do Grande Recife, Dilson Peixoto, na sede da empresa. Um dos destaques do TRO será o monitoramento em tempo real da chegada e da saída dos coletivos das paradas. As obras do Corredor Inteligente serão iniciadas em junho de 2009, a expectativa é que até o fim de 2010 o trabalho esteja concluído.No último dia 29 de setembro, as propostas das empresas interessadas em participar do estudo técnico para a implementação do TRO foram abertas. Três consórcios - formados por empresas locais e companhias do Sul e Sudeste do País estão na disputa.
INOVAÇÃO
Os pontos de embarque e desembarque do Corredor Inteligente terão um novo formato: serão estações cobertas e catracadas, niveladas a altura da porta de embarque e desembarque dos veículos, dando maior acessibilidade aos usuários. De acordo com Dilson Peixoto, o TRO, além de proporcionar maior rapidez nas viagens, haverá melhoria no acesso de idosos e pessoas com deficiência. “Uma das nossas preocupações foi com a acessibilidade. Nosso projeto prevê o que há de mais moderno no setor de transporte público em todo o mundo”, ressaltou. Graças à presença de catracas nas estações, os usuários poderão fazer o pagamento das tarifas (seja em bilhete eletrônico ou em dinheiro) no próprio local, agilizando o processo de embarque. O TRO terá início na rodovia BR-101, a partir do Terminal de Integração de Igarassu, seguindo pela PE-15, Complexo Salgadinho até a bifurcação com a avenida Cruz Cabugá. A iniciativa beneficiará diretamente os municípios do Recife, Olinda, Paulista, Abreu e Lima, Igarassu, Araçoiaba, Itapissuma e Itamaracá, além de ligar as demais cidades da RMR interligadas ao Sistema Estrutural Integrado (SEI), que possibilita ao passageiro o deslocamento para diversos pontos da RMR com o pagamento de uma única passagem por sentido. O Corredor Inteligente deverá apresentar características parecidas com as do Transmilênio, implantado em Bogotá, na Colômbia, mas sofrerá adaptações para se adequar à realidade da malha viária e os deslocamentos locais. No Brasil, a única cidade a ter um projeto similar implantado é Curitiba. Os recursos para o desenvolvimento do projeto virão do fundo de aplicações dos resíduos das vendas de créditos do Vale-transporte Eletrônico e Passe Fácil. Além de incentivos dos governos Federal e Estadual.

READ MORE - Recife: RMR terá Corredor Inteligente para transporte coletivo

Salvador: Prefeitura corta 25% dos passes livres de ônibus


Uma em cada quatro carteiras de gratuidade no transporte público da capital é negada no processo de recadastramento da Prefeitura de Salvador, iniciado este ano e que vai até 20 de janeiro de 2009. É o balanço parcial feito por Gustavo Almeida, coordenador da Unidade de Gratuidade para Pessoas com Deficiência (UGPD), órgão vinculado à Prefeitura de Salvador que realiza as perícias e concede o benefício do passe livre.
Ele diz que o principal motivo da recusa é que muitas pessoas tinham recebido o benefício sem ter direito. “A gestão anterior concedeu passes sem observância legal. Não tem sentido continuar um erro”, defende. Na abertura do recadastramento, a quantidade de beneficiados chegava a 66 mil pessoas. “Um ano antes, eram 33 mil. Foi um crescimento absurdo em pouco tempo”, avalia.
Entidades representativas das pessoas com deficiência garantem que as negativas estão sendo dadas sem justificativa. “A prefeitura está a serviço do Setps. Os empresários dizem ter prejuízos, porque 30% dos usuários não pagam. Mas não apresentam as tabelas dos lucros nas reuniões”, acusa Edmundo Santos, membro da Associação Vida Brasil, organização não-governamental que trabalha com os direitos destes cidadãos.
Há cinco anos, a dona-de-casa Nivaldeci Arcanjo, 34, sofreu um acidente que a impediu de andar. Ela ainda se recupera do problema, mas teve a revalidação do cartão recusada. “Cheguei aqui com relatório médico e o perito disse que não tenho nada demais. Não posso trabalhar e meu marido está desempregado”, reclamou a usuária. Já o ex-encanador industrial Aurelino Mota, 49 anos, conseguiu a renovação da carteira, mas foi avisado de que não poderia continuar com a permissão de acompanhante. Vítima de um acidente há cinco anos, ele ficou com debilidade permanente no pé esquerdo e precisa de muletas para andar. “Quando saio para resolver algo, como estou sempre em risco de cair, preciso de alguém para me ajudar. É uma humilhação que a gente passa nos órgãos públicos e nos ônibus”, protesta. Nenhum dos dois possui comprovante da recusa do pedido. O coordenador da UGPD, Gustavo Almeida, admite que o indeferimento é feito apenas verbalmente, mas que “nada impede os usuários de pedirem uma cópia do processo”. Para Wilson Cruz, secretário da Comissão Civil de Acessibilidade de Salvador (Cocas), que reúne 17 entidades de deficientes, este é mais um ardil da prefeitura. “Se a entrada não foi de boca e teve um protocolo, por que este procedimento informal?”, questiona. Até mesmo quem pleiteia a primeira via tem queixas do sistema. Maria Luiza Costa, 40, sofre com uma paralisia cerebral estática, doença que limitou o funcionamento do lado direito do corpo. Depois de 12 cirurgias corretivas, ela consegue hoje se movimentar com dificuldades. Há dez meses, Maria Luiza vem lutando para conseguir tirar a primeira via do passe, sem sucesso. “Eles dão prazo para entrega, mas faltando dois dias ligam para informar que não está pronto”. Além de problemas com a gratuidade, as pessoas com deficiência reclamam da falta de acessibilidade no transporte público. “A linha que utilizo, Vale dos Rios, não tem veículo com elevador para cadeirante”, reclama Maria Luiza. Salvador conta com apenas 313 ônibus adaptados para deficientes físicos, o que equivale a 13% da frota de 2.407 veículos, segundo a Superintendência de Transportes Públicos. De sete estações de transbordo (Lapa, Rodoviária, Iguatemi, Mussurunga, Pirajá, Aquidabã e Barroquinha) apenas a da Lapa e Pirajá possuem algum equipamento voltado para os deficientes – ganharam no ano passado dois banheiros adaptados cada. Na Lapa, foram construídas rampas no meio-fio. Segundo informações da STP, com a finalização do metrô, a Lapa vai contar também com elevadores.

READ MORE - Salvador: Prefeitura corta 25% dos passes livres de ônibus

Moradores de Taubaté devem ser beneficiados com as novas mudanças no transporte público


O transporte público de Taubaté deve passar por mudanças no ano que vem. A prefeitura pretende fazer uma nova licitação para o setor. Além disso, a idéia é aumentar o número de linhas e criar o bilhete único. Nos pontos, os passageiros não aguardam apenas pelos ônibus... Querem também melhorias, principalmente no tempo de espera... Janaína Aparecida acha “que poderia ter mais horários disponíveis para alguns bairros, os mais distantes demoram mais”. Maria José Pereira diz que no fim de semana fica quase duas horas no ponto de ônibus, “esperando ônibus para ir para o centro”. Esta situação que pode mudar a partir de 2009. Para o próximo ano o transporte público de Taubaté deve sofrer algumas mudanças. Como o Tribunal de Contas do Estado apontou irregularidades no atual contrato entre a prefeitura e a concessionária que opera no município, até abril de 2009, deve ser aberto um novo processo licitatório para regularizar a situação. E entre as principais modificações previstas está o aumento no número de linhas de ônibus. Hoje, algumas linhas passam por diversos bairros, distantes uns dos outros. A proposta é que esses itinerários sejam sub-divididos. Com o trajeto menor, a idéia é reduzir justamente o tempo de espera. Outra mudança prevista é a integração com o transporte complementar, por meio do bilhete único. “Em determinado momento o cidadão utiliza o ônibus da concessionária, em outro um micro-ônibus do transporte alternativo, indo assim pra sentidos totalmente variados”, explica Valdir de Aguiar, diretor de trânsito da cidade. O contrato da prefeitura com a ABC, que administra o transporte público em Taubaté, vai até 2010. A empresa informou que ainda não definiu se vai participar da nova licitação ou se vai pedir na justiça para que o atual acordo seja cumprido até o fim.

READ MORE - Moradores de Taubaté devem ser beneficiados com as novas mudanças no transporte público

Parcerias e Apoios

O Blog Meu Transporte é nosso, se você estar interessado em fazer parte desta família, estamos querendo colocar membros colaborativos para também publicarem postagens neste portal, você que é São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Manaus, Fortaleza, Salvador e Goiânia. 

Enviem sugestões de que quer fazer parte do Blog Meu Transporte para o E Mail: meutransporte@hotmail.com   
READ MORE - Parcerias e Apoios

Aracaju: PMA amplia oferta de ônibus na zona sul e área de expansão da cidade

A Prefeitura de Aracaju está realizando alterações estratégicas no sistema de transporte público para facilitar a vida dos usuários de ônibus. A partir desta semana, a população terá a sua disposição novas linhas, mais veículos e maior número de viagens. As melhorias foram implantadas pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) com o objetivo de atender, sobretudo, comunidades das áreas de expansão da cidade.Uma das mudanças beneficia moradores do conjunto Augusto Franco, além de estudantes da Universidade Tiradentes. A linha Augusto Franco - Siqueira Campos teve aumento de um carro na frota e o número de viagens passou a ser maior. O chefe de núcleo da diretoria de Transporte Público, Nilton de Jesus, destaca que a ampliação tem o intuito de tornar menor o tempo de espera.Na região do Mosqueiro, a melhoria do transporte se deu com a implantação de uma nova linha: a 501/Povoado São José - Zona Sul, que atende aos povoados São José, Areia Branca e Zenza. Com isso a tabela de horários foi reorganizada de acodo com o atendimento das balsas e a demanda do residencial Baía Blanca. Quem quiser se informar melhor sobre os horários, é só ligar para a SMTT, orienta Nilton.A região da Aruana também foi contemplada com as alterações. As linhas 405 (Aquarius - DIA) e 504 (Aquarius - Zona Sul) tiveram aumento de um carro na frota e ampliação do número de viagens. Outras solicitações de alteração e sugestões para melhorar o transporte e o trânsito da cidade podem ser passadas à Ouvidoria da SMTT. O telefone é o 3238-4646.

READ MORE - Aracaju: PMA amplia oferta de ônibus na zona sul e área de expansão da cidade

Transporte público de SP e RJ usará diesel mais limpo

A Petrobrás vai importar 1,8 bilhão de litros de um diesel mais limpo, chamado S50, com 50 partes por milhão (ppm) de enxofre, para atender as frotas metropolitanas de transporte público em São Paulo e no Rio de Janeiro em 2009. Como o combustível é em torno de 10% mais caro do que o comercializado no país, esta diferença será passada para o bolso do consumidor, informou o diretor de Abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa, em coletiva de imprensa no final da tarde de hoje no Rio. A medida de adoção do diesel S50, no entanto, não deverá se reverter em um amplo benefício ambiental para as duas cidades. Isso porque, com os motores atuais existentes no país, o diesel S50 só reduz as emissões de gases poluentes em torno de 5%, e não em 70%, como ocorreria se os motores já estivessem adaptados a este combustível. Costa argumentou que há distorções na interpretação que vem sendo feita do acordo firmado no último dia 30, entre a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a Petrobrás, o Ministério do Meio Ambiente e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Segundo ele, a resolução de número 315 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), datada de 2002, previa apenas que fossem reduzidas as emissões de gases poluentes, mas não especificava o tipo de diesel ou de motor a ser adotada no país. Apenas na regulamentação desta norma do Conama, feita pela Agência Nacional do Petróleo em outubro de 2007, foi especificada a necessidade de adoção do diesel S50, que na prática significa que o volume de emissões deverá ser de 50 partes por milhão (ppms), em substituição aos 20 mil ppms e 500 ppms hoje existentes respectivamente no diesel do interior do País e das grandes regiões metropolitanas. O S50 será estendido para as frotas de transporte público de Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador entre outubro de 2009 e janeiro de 2010. Já Fortaleza, Belém e Recife terão 100% de sua frota utilizando diesel S50 em maio de 2009.

READ MORE - Transporte público de SP e RJ usará diesel mais limpo

Telefone de atendimento ao público da CTTU / RECIFE é modificado

O telefone de atendimento ao público 24 horas da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) foi modificado nesta quarta-feira (5). Agora, pessoas que quiserem contactar a companhia devem acrescentar um zero ao telefone. O número era 0800 81 1078 e passa a ser 0800 081 1078.
A alteração aconteceu por exigência da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O telefone de atendimento ao público é gratuito e recebe dos cidadãos denúncias de irregularidades nas vias do Recife, além de sugestões e solicitações de manutenção de semáforos. O telefone também serve para acionar agentes de trânsito em casos de colisão de veículos.
READ MORE - Telefone de atendimento ao público da CTTU / RECIFE é modificado

Brasil precisa aprimorar transporte para melhorar qualidade do ar, diz coordenador da OMS

São Paulo - O Brasil está caminhando em uma direção muito definida, mas o grande desafio é reduzir os índices de poluição do ar, melhorando o sistema de transporte nas grandes metrópoles, compatíveis com uma qualidade do ar muito boa, afirmou o médico e coordenador do Departamento de Saúde Pública e Meio Ambiente da Organização Mundial da Saúde (OMS), Carlos Dora, um dos participantes do Seminário Internacional Políticas Públicas e Padrões de Qualidade do Ar na Macrometrópole Paulista, hoje (5), em São Paulo.
Segundo ele, um ótimo exemplo a ser seguido é a cidade de Bogotá, na Colômbia, onde foram feitas intervenções urbanas e implantado um transporte de superfície eficaz, que usa ônibus de alta capacidade circulando em corredores exclusivos. Além disso, foram feitas pistas para as bicicletas e espaços melhores para os pedestres. “Isso oportuniza que as pessoas ocupem o espaço urbano e que vivam com qualidade de vida melhor. Não só melhora a saúde no sentido de diminuir a poluição do ar, como diminui o ruído e os acidentes de trânsito, já que o transporte público causa muito menos danos do que o individual”.
Dora ressaltou que o Brasil tem condições de implantar projetos semelhantes ao da Colômbia e que isso só depende vontade política e visão e não somente de recursos financeiros, porque o investimento que se faz em um projeto dessa envergadura é muito menor do que os gastos da saúde pública para os tratamentos das doenças causadas pela poluição. “O que falta aqui é um pouco de pesquisa e documentação, examinar os cenários sobre o que fazer em São Paulo como alternativa de transporte, que seja limpo, eficiente, chegue na hora para motivar a população a utilizá-lo”.
O médico explicou que o ar considerado limpo pela OMS é aquele que chega a ter 20 microgramas (mcg) de poeira dispersa no ar por metro cúbico. A Região Metropolitana de São Paulo tem hoje 50 mcg por metro cúbico. “ A discussão é justamente se se deve diminuir e para quando e, por outro lado, quais são as estratégias a adotar para chegar lá”. Segundo ele, EUA e China registram índices mais altos de mcg por metro cúbico, enquanto países como Suíça e outros países do Norte da Europa já chegaram na meta estipulada pela OMS.
Dora reforçou ainda que mais importante ainda do que estabelecer a meta é saber como alcançar essa meta, abrangendo não só o transporte, mas outros setores poluentes como a construção civil e a indústria. “Tem que olhar o espaço urbano e identificar e elencar as fontes de poluição para ver como vai trabalhar com elas. Isso é um trabalhado que a Cetesb faz e tem condições e é muito bem equipada para isso, comparada às agências internacionais”.
De acordo com Dora, morrem por ano cerca de 1 milhão de pessoas em todo o mundo por doenças decorrentes da poluição. Para se ter uma idéia, segundo dados da OMS a aids mata cerca de três milhões de pessoas anualmente e os acidentes de trânsito 1,2 milhão. “As mortes causadas por doenças da poluição têm uma magnitude importante."

READ MORE - Brasil precisa aprimorar transporte para melhorar qualidade do ar, diz coordenador da OMS

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960