EPTC projeta mais oito corredores de ônibus em Porto Alegre

domingo, 11 de setembro de 2016

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) garantiu que mais oito corredores de ônibus serão implementados para melhorar a trafegabilidade em Porto Alegre. Conforme o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, o tempo atual para que cada veículo cumpra os itinerários é maior que o verificado há cinco anos, por exemplo. Em 2010, eram 1,5 mil veículos para atender às demandas da Capital; hoje, são 1.750 e o nível de atendimento é o mesmo, em virtude da redução da velocidade para o cumprimento do itinerário.

Os novos corredores devem dar mais fluidez e agilizar o fechamento de cada rota, fazendo com que os passageiros aguardem menos. Conforme Cappellari, o corredor instalado na zona Sul, nas avenidas Cavalhada-Teresópolis-Nonoai já diminuiu pela metade o tempo de viagem dos ônibus em relação aos carros que percorrem a via, sem redução na velocidade dos veículos de passeio. Ainda não há prazos, no entanto, para a execução das obras.

Confira os projetos:

Assis Brasil, em ambos os sentidos, do terminal Triângulo até a Fiergs

José do Patrocínio, centro-bairro (horários de pico)

Venâncio Aires (horários de pico)

Loureiro da Silva, das 6h às 20h

Ipiranga, desde Borges de Medeiros até Antônio de Carvalho, das 6h as 20h

Mauá, no lado esquerdo, para acessar terminal Parobé

Conclusão de novo trecho na Sertório até Assis Brasil, com criação de duas novas estações

Icaraí, ambos os sentidos

Informações: Rádio Guaíba
READ MORE - EPTC projeta mais oito corredores de ônibus em Porto Alegre

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960