Aplicativo facilita a vida de usuário do transporte em Ribeirão Preto

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Quem nunca acordou atrasado e ficou em dúvida se dava tempo de tomar banho antes de esperar o ônibus no ponto? Quantas vezes você foi para ponto de parada achando que estava no horário certo, mas teve que esperar muito tempo?

Com a ajuda de tabletes e celulares, esses dois cenários, em breve, vão fazer parte do passado. Em cumprimento ao TAC (termo de ajustamento de conduta) assinado há três meses, a Transerp (Empresa de Transporte e Trânsito de Ribeirão Preto) e o Consórcio PróUrbano, vão disponibilizar, a partir de 6 de agosto, dois aplicativos para os usuários do transporte coletivo terem informação de itinerário e de localização dos ônibus em tempo real.

Bem-vindos
Os usuários do transporte coletivo já comemoram a nova tecnologia. “O celular está sempre na minha mão e com certeza vou usar os aplicativos. Vou poder ir para o ponto só na hora que o ônibus vai passar”, comemorou Emanuelly Saes, de 16 anos, que utiliza diariamente a linha Marincek.

Francine de Souza Lopes, de 17 anos, também é usuária do transporte coletivo urbano e adepta dos aplicativos. “Pretendo usar [os aplicativos] sim. A gente vai para o ponto de parada sem saber a hora exata que o ônibus vai chegar. Às vezes até na chuva”, lembrou a jovem.

O auxiliar de administração Carlos Santos, de 19 anos, vai ser outro adepto da tecnologia. “Tem dia que acordo atrasado e deixo de tomar banho ou de tomar café para correr para o ponto porque não sei se o ônibus está para passar. Com os aplicativos vou poder me programar e não perder mais tempo”, explicou.

Gratuito
Os aplicativos, que de acordo com o TAC precisam estar disponíveis até o dia 7 de agosto, ainda não têm nomes definidos.

“Estamos na fase final de testes e depois vamos escolher os nomes”, explicou José Mauro de Araújo, gerente de transportes da Transerp.

Os programas serão gratuitos e devem ser disponibilizados pelos portais da prefeitura e da Ritmo (Rede Integrada do Transporte Municipal por Ônibus). As plataformas compatíveis são a IOS (iPhone) e Android. 
Futuramente, o aplicativo também deve ganhar plataforma para o Windows Phone.

Programa é usado em outras cidades
O aplicativo (APP) que vai informar os 100 mil usuários do transporte coletivo de Ribeirão Preto é semelhante aos que estão em funcionamento nas cidades de Sorocaba-SP, Recife-PE e Colatina-ES.

“Estamos realizando todos os testes necessários, mas o programa já é utilizado em outras cidades com sucesso”, disse José Mauro de Araújo, gerente de transportes da Transerp. “Ele [o APP] é simples. Ele mostra o nome e o número da linha e o tempo que demora para o ônibus passar. Assim que o veículo deixa o ponto, já aparece o seguinte”, acrescentou.

Além do aplicativo, a partir de 1º de outubro de 2014, os ônibus do transporte coletivo urbano não vão vai mais aceitar dinheiro. Tudo será feito com Cartão Cidadão. A meta é acabar com os assaltos e facilitar a tarefa dos motoristas, que hoje trabalham como cobradores.

Tecnologia ajuda no dia a dia da população

O uso de aplicativos (APP) para facilitar a vida da população não é novidade. Em abril, o A Cidade mostrou várias tecnologias que caíram no gosto dos ribeirão-pretanos.

O WikiCrimes e o QAP Mobile mostram quais regiões da cidade são perigosas e quais os tipos de crime mais comuns. O banco de dados é atualizado pelos usuários e por dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP).

O Checkplaca é um aplicativo desenvolvido pelo Ministério da Justiça para combater furtos e roubos de veículos, o sistema engloba os dados do Denatran e das polícias civis de todos os estados.

O Detran.SP também tem o aplicativo Consultas Detran, para apontar débitos e restrições de veículos registrados no Estado de São Paulo. 

O aplicativo é voltado para o cidadão que pretende comprar um veículo usado e deseja saber se o veículo está regular.

Informações: EPTV

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960