Em Natal, Trens que circulam há mais de 40 anos serão substituídos pelo VLT

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Uma luz se acendeu no fim dos trilhos para a implantação do sistema de Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), espécie de metrô de superfície que será criado em Natal até a Copa 2014. Na terça-feira, o Diário de Natal publicou declarações da governadora Rosalba Ciarlini informando que o projeto está sob análise da Caixa Econômica Federal. "É uma obra relativamente mais rápida já que temos os trilhos, que serão apenas melhorados, e contaremos com um trem mais veloz e com vagões maiores. Esperamos que seja liberado até o final do ano", ela disse. Ontem a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) informou que vai realizar uma audiência pública de instrução, ou seja, um primeiro passo para licitar e adquirir doze VLTs para Natal.

De acordo com informações do Ministério das Cidades, o Governo Federal vai dispor inicialmente cerca de R$ 154 milhões, oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC Equipamentos), para atender a estas necessidades e iniciar o processo de modernização do Sistema de Trens Urbanos de Natal. "Com a implantação do VLT, a população poderá contar com um meio de transporte público melhor e que certamente permitirá a integração entre o modal ferroviário e o rodoviário, contribuindo para uma maior fluidez do trânsito na grande Natal", afirmou o superintendente da CBTU em Natal, o engenheiro João Maria Cavalcanti.

Cavalcanti participa da audiência, que acontece no dia 13 de agosto, no auditório da Associação dos Engenheiros Ferroviários (AENFER), no Rio de Janeiro. Neste mesmo dia também será discutida a licitação de oito VLTs para João Pessoa e dez Trens Unidade Elétrica (TUE's) para Belo Horizonte. O sistema VLT, espécie de "bonde moderno" já é adotado em várias cidades de países como Estados Unidos, Inglaterra e França, e começou a ser implantado em algumas capitais brasileiras. Maceió, Recife e a cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, já realizam o transporte de passageiros por meio do Sistema de Veículo Leve Sobre Trilhos.

Em Natal, o transporte sobre trilhos atende atualmente a região metropolitana, e funciona atualmente com locomotivas da década de 1950 e com carros de passageiros da década de 1970. Obsoleto, o sistema apresenta sinais de fadiga e necessita de adequação ao novo sistema para melhorar as condições de aparelhamento para promover a mobilidade e o acesso da população ao transporte público. Segundo informou o secretário estadual da Copa, Demétrio Torres, o VLT de Natal terá capacidade para transportar até 50 mil passageiros por dia. "É a mesma quantidade de passageiros que transportam mil ônibus. Imagine o impacto que isso pode causar, diminuindo o tráfego de pessoas na região da Ponte de Igapó", colocou o secretário.

Fonte: Diário de Natal




0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960