Novo cartão eletrônico ainda provoca confusão em Mauá

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

O início da operação do cartão eletrônico DaHora nas linhas do Lote 1 de Mauá será adiado. Segundo planejamento da Prefeitura, o prazo era para que, a partir de hoje, os ônibus operados pela viação Cidade de Mauá começassem a aceitar o novo sistema de bilhetes.
Enquanto a troca não é efetuada, a empresa continuará aceitando os antigos cartões. Os usuários também podem embarcar utilizando os passes em papel. No entanto, os tíquetes impressos só serão aceitos até o dia 10.
A desorganização e a falta de informações confundem os passageiros que utilizam o transporte público na cidade. Ontem, no terminal rodoviário, no Centro, nenhum cartaz informava sobre o adiamento. Nem os motoristas da Viação Cidade de Mauá sabiam dizer se o novo cartão entraria ou não em operação na data correta.
"Não estou sabendo desse prazo, ninguém informou nada", conta a copeira Ednéia Santos Lima, 32 anos. A passageira, que utiliza linhas do Lote 1, ainda não tem em mãos o novo bilhete eletrônico. "Eu trabalho em uma firma, mas ainda não me deram o cartão. Estou esperando providenciarem", acrescenta. A copeira, que está utilizando vales em papel, diz que teme ficar sem as passagens e ter de arcar com os custos do transporte.
A dona de casa Simone Ferreira Nobre, 30, também desconhece o prazo. Ela já trocou o antigo modelo de cartão pelos passes em papel, mas ainda não tem o novo cartão. "Vou ver se troco nesta semana, já que ainda estão aceitando", afirma.


0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960