Porto Alegre: Sistema BRT será também a solução do transporte da capital gaúcha

segunda-feira, 9 de agosto de 2010


BRT: Av. Bento Gonçalves / Portais Azenha e Antônio Carvalho (2 estações)

Segundo a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, uma das obras de mobilidade urbana previstas para a capital gaúcha, para a Copa 2014, é a implantação do sistema BRT (Bus Rapid Transit) na Av. Bento Gonçalves com a construção de duas estações, Azenha e Antônio Carvalho. O projeto tem extensão de 9,4 km que liga a zona sudeste ao centro da cidade.
Este projeto foi adicionado via Termo Aditivo à Matriz de Responsabilidades em 29 de abril de 2010. Termo este, celebrado entre o Ministério do Esporte, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul e a Prefeitura Municipal de Porto Alegre.
Recursos: Governo Federal (Financiamento Caixa)
Execução: Governo Municipal
Prazo: Jun/2013
Custo: R$ 23.000.000,00

Adequação do Corredor de Ônibus da Av. Assis Brasil para o Sistema BRT

Segundo a Prefeitura Municipal de Porto Alegre (RS), uma das obras de mobilidade urbana previstas para a capital gaúcha, para a Copa 2014, é a adequação das atuais faixas exclusivas para a circulação de ônibus, conhecidas como corredores de ônibus, da Avenida Assis Brasil para o sistema BRT (Bus Rapid Transit), com a construção de sete estações.
Recursos: Governo Federal (Financiamento Caixa)
Execução: Governo Municipal
Prazo: Dez/2012
Custo: R$ 28.000.000,00

Adequação do Corredor de ônibus da Av. Protásio Alves para o Sistema BRT

A Avenida Protásio Alves é composta por faixas exclusivas para ônibus com sentidos opostos, posicionadas junto ao canteiro central, segregada com tachões. As estações de ônibus localizam-se nas laterais da faixa exclusiva com embarque e desembarque à direita. As outras duas faixas posicionadas em cada uma das laterais da via central (faixa exclusiva) são destinadas ao tráfego de veículos particulares.Segundo a Prefeitura Municipal de Porto Alegre (RS), para a Copa 2014, está prevista a adequação dos atuais corredores de ônibus para o sistema BRT (Bus Rapid Transit), que irá contemplar 11 estações. O cronograma e a previsão de investimentos para as obras estão apresentadas nas tabelas ao final da página.
Recursos: Governo Federal (Financiamento Caixa)
Execução: Governo Municipal
Prazo: Jun/2011
Custo: R$ 53.000.000,00

Fonte: Portal da Transparência


0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960