Mais 18 linhas de transporte coletivo de Juiz de Fora invertem fluxo

terça-feira, 10 de agosto de 2010


Até sábado (14), mais 18 linhas do Transporte Coletivo Urbano de Juiz de Fora passam a circular com o novo sistema de embarque e desembarque. Nesta próxima semana, cerca de 12 mil passageiros de 31 ônibus passam a entrar pela porta da frente. A mudança teve início na última segunda-feira, 2. Somente esta semana, 29 linhas e 41 ônibus já estão com as alterações concluídas, o que representa 8% da frota do transporte coletivo – que conta com 529 veículos.
A Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) garante que 25% dos coletivos do Município estarão com a roleta invertida até o final deste mês. A Settra informa, ainda, que tanto a inversão do fluxo quanto o cadastramento dos idosos no Cartão Passe Livre são gradativos, com previsão de término no dia 15 de dezembro, quando aumenta o fluxo de passageiros devido às festas de final de ano e a realização dos vestibulares. Cada ônibus fica parado até dois dias para ser adaptado ao novo sistema, o que justifica a mudança gradual.
Com a alteração do embarque, a roleta também muda para a parte dianteira do veículo, próxima ao motorista. Entre os benefícios estão menor tempo de embarque, mais conforto e maior espaço útil para acomodação dos usuários, já que o orientador do fluxo de passageiros será eliminado; aproximação dos cobradores e motoristas, o que vai reduzir os assaltos e aumentar a segurança no embarque e desembarque dos cadeirantes; indução dos passageiros a não atravessar na frente dos ônibus, com a consequente redução dos acidentes; igualdade no embarque para as gratuidades, acabando com a discriminação contra os usuários que têm direito a esse benefício.
Todos os usuários deverão ficar atentos às sinalizações na frente e nas laterais dos ônibus. Antes da roleta, próxima ao motorista, os assentos preferenciais para grávidas, idosos, obesos e portadores de deficiência continuam assegurados. Nos ônibus com motor dianteiro (97% da frota) são sete bancos para estas quatro categorias. Já os veículos com motor traseiro possuem oito assentos preferenciais.
Os cadeirantes continuam entrando pela porta do meio, onde fica instalado o elevador. Espelhos convexos junto às portas dos ônibus são instalados com o objetivo de manter a segurança na hora do desembarque. E os cordões das campainhas e os balaústres ficam estendidos até a parte traseira do veículo.

Fonte: Prefeitura de Juiz de Fora


0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960