Aprovada greve no transporte coletivo de Londrina

sexta-feira, 17 de julho de 2009

O londrinense pode amanhecer com o sistema de transporte coletivo parado na próxima segunda-feira (20). A greve dos trabalhadores foi aprovada durante a tarde desta quarta-feira (15) por 823 votos a favor e 93 contra. Dezoito funcionários votaram em branco e cinco anularam o voto. Pelo prazo legal, o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Londrina (Sinttrol) tem 72 horas para deflagrar a greve.
Entretanto, até segunda-feira pode haver alguma proposta de reajuste salarial e o movimento de greve não ser iniciado. “Se surgir alguma proposta de reajuste nesse período, pode não ocorrer a greve”, afirmou o diretor do Sinttrol, André da Silva. Os trabalhadores reivindicam 6% de reajuste salarial mais 4% por produtividade.
As empresas alegam que não podem conceder o reajuste porque a tarifa do transporte coletivo está defasada. Por outro lado, o executivo municipal só se manifestará sobre o valor ideal da tarifa após o relatório final da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga a planilha do transporte. O prefeito Barbosa Neto (PDT) reafirmou na terça-feira (14) que só deve decidir sobre mudanças no valor da tarifa após entregue o relatório da CEI.
Os sindicalistas pediram o adiantamento da entrega do relatório da CEI. “Queremos que o relatório seja entregue o quanto antes para o poder executivo decidir e dar um posicionamento sobre o reajuste da tarifa e possibilitar as empresas a concederem o reajuste”, afirmou Silva.
READ MORE - Aprovada greve no transporte coletivo de Londrina

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960