Recife: Após a conclusão dos novos terminais, o SEI duplicará sua capacidade de atendimento

sexta-feira, 10 de julho de 2009

O mês de março foi marcado por uma ação que certamente fará parte da história do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR). Após umtrabalho de articulação, comandado pelo governador Eduardo Campos, com o apoio do secretário das Cidades, Humberto Costa, e do presidente do Grande Recife Consórcio de Transporte, Dilson Peixoto, foi lançado o maior pacote de obras do setor de transporte público no Estado. Estão ai incluídas a construção de oito terminais de integração, dois corredores para circulação exclusiva de ônibus e a requalificação do transporte da avenida Abdias de Carvalho.As obras serão iniciadas ainda este ano e trarão benefícios para os usuários do STPP/RMR.
A execução dos projetos é de responsabilidade da Secretaria das Cidades, através do Grande Recife Consórcio de Transporte.Os recursos para as obras – cerca de R$ 60 milhões – virão do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) e da Caixa Econômica Federal. No pacote estão incluídos os terminais integrados do Barro, TIP, Joana Bezerra (com sistema viário e acesso), Largo da Paz, Tancredo Neves (com sistema viário e acesso), Aeroporto, Prazeres (com sistema viário e acesso) e Cajueiro Seco (com sistema viário e acesso), além da construção e requalificação de aproximadamente 11,3 km de vias e 34 paradas de ônibus nas avenidas Pan Nordestina (PE-15), Abdias de Carvalho e Domingos Ferreira.Os terminais integrados à Linha Sul do Metrô (já citados acima, com exceção do TIP e Barro), inicialmente previstos para serem construídos através da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), foram transferidos para o Estado de Pernambuco, no início do ano.“Acompanhamos de perto a dificuldade enfrentada pela CBTU para tocar a licitação e por isso buscamos o Governo Federal e nos apresentamos como uma alternativa. Nossa sugestão foi aceita e os recursos foram transferidos para o Estado, que terá a responsabilidade de cuidar de tudo”, destaca Humberto Costa.

TERMINAIS
Após a conclusão das obras, o Sistema Estrutural Integrado (SEI) finalmente estará plenamente implantado, de acordo com o projeto original, iniciado em 1987. A expectativa é de que o número de usuários atendidos pelo sistema, que é atualmente de 800 mil passageiros por dia, seja praticamente duplicado. Um dos principais diferenciais do SEI é a possibilidade de realização de deslocamentos para várias áreas da RMR com o pagamento de uma única tarifa por sentido. Ao todo, os novos terminais irão funcionar com 70 linhas de ônibus.Durante seus 22 anos de existência, período em que foram construídos 11 terminais, o SEI nunca teve um investimento tão maciço. Dos 12 terminais de integração previstos para serem entregues até 2010, contando com os oito TIs que serão licitados no pacote anunciado hoje, dois já estão em construção e outros dois serão licitados ainda este ano.

CORREDORES EXClUSIVOS
A construção dos corredores exclusivos trará maior fluidez para a operação de transporte para as áreas Leste, Sul e Norte. O investimento para estas obras será de R$ 7 milhões.
READ MORE - Recife: Após a conclusão dos novos terminais, o SEI duplicará sua capacidade de atendimento

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960