Neobus acumula dívidas de R$ 200 mi que serão assumidas pela Marcopolo

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

A Neobus, encarroçadora de ônibus que começou as operações integrais do setor em 2000, possui um passivo em torno de R$ 200 milhões. Os débitos devem ser assumidos pela Marcopolo que divulgou nesta quarta-feira que a carta de intenções pela qual anuncia que deve passar a ter o controle acionário da Neobus quando adquirir 55% do capital total e votante da L & M Incorporador, atual controladora da San Marino Ônibus – Neobus.

A Marcopolo já detém 45% da L & M e o negócio já era esperado pelo mercado.

A maior parte dos débitos da Neobus, no entanto, se refere à instalação da unidade em Três Rios, no Rio de Janeiro, inaugurada em 27 de março de 2014, que produz ônibus urbanos.

A negociação ainda depende do aval de autoridades de defesa da concorrência, mas já é dada como certa.

A notícia ao mercado fez com que as ações da Marcopolo na Bolsa de Valores de São Paulo disparassem, fechando na quarta-feira em alta de 8,12%

A Marcopolo anunciou que a marca Neobus deve continuar independente, mas que a negociação deve resultar em melhor aproveitamento de estruturas e redução de custos.

Hoje a Marcopolo detém em torno de 40% do mercado brasileiro de carrocerias de ônibus e a Neobus responde por 12%.

Informações: Ônibus Brasil

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960