Em Salvador, Estação Bonocô vai atender 80 mil pessoas

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Após dez meses em obras de construção, a estação Bonocô do sistema metroviário de Salvador será inaugurada nesta sexta-feira, 13, por volta das 9h, pelo governador Rui Costa e pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab.
Adilton Venegeroles l Ag. A TARDE
Segundo estimativas do governo do estado, o terminal beneficiará cerca de 80 mil pessoas dos bairros Cosme de Farias, Brotas, Candeal e Luís Anselmo. Localizada entre estações de Brotas e Acesso Norte, a Bonocô é a sétima da linha 1 do sistema e conta com 6.140 m² de área.

O horário de funcionamento do terminal será o mesmo dos demais - de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 13h. O acesso continua sendo gratuito.
A operação comercial do metrô de Salvador vai começar no dia 21 de dezembro, quando será inaugurada a estação Pirajá do sistema. No entanto, o valor da tarifa do metrô, que será integrado aos sistemas de ônibus metropolitano e urbano, ainda não foi definido.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano do estado, Carlos Martins, entre os dias 21 e 22 deste mês, o governo irá anunciar o valor da tarifa e o modus operandi da integração entre os sistemas metroviário e de ônibus.
"As negociações em relação aos valores estão em andamento, com reuniões envolvendo os metropolitanos e urbanos", completa.

Intervenções
A estrutura da Estação Bonocô segue os mesmos padrões de acessibilidade já utilizados em outras: possui quatro escadas rolantes, dois elevadores, piso e sinalização táteis nas escadas fixas, além de sanitários adaptados para pessoas com deficiência.

Carlos Martins revelou que o investimento na construção da estação foi em torno de R$ 23 milhões. Ele conta que o equipamento já estava previsto no projeto original do sistema metroviário e seria o entroncamento com a linha 2. Com a mudança no projeto, o entroncamento passou para a estação Acesso Norte.

Martins ressalta que as obras desta estação foram conduzidas com o metrô em funcionamento e, por conta disso, a maioria das intervenções foi realizada das 22h às 4h. Cerca de 600 trabalhadores atuaram na construção do terminal.
"Tivemos que trabalhar muito tecnicamente, com todo o cuidado, pois o sistema estava funcionando, com a rede elétrica de três mil volts. Trabalhamos com o máximo de segurança", afirma Martins.

De acordo com o secretário, o projeto da estação Bonocô difere dos demais. "Tem traços arquitetônicos futuristas, chama a atenção de quem observa", pontua.

A estrutura conta com painéis compostos por chapas de alumínio e peças arquitetônicas de brises no revestimento lateral, que permitem a entrada da iluminação e ventilação natural. O entorno da estação será revitalizado com ciclofaixas e jardins, segundo informações do governo do estado.

Inicialmente, o acesso à estação é pela passarela existente, que foi reformada pela CCR Metrô Bahia, administradora do sistema. Mas outras duas  - uma em cada lado da avenida - serão instaladas, de acordo com a concessionária.

Atendendo aos atuais padrões de acessibilidade, os equipamentos vão ligar os bairros de Cosme de Farias e Brotas à nova estação.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960