No Rio, Rua Barão da Torre, em Ipanema, será liberada ao trânsito neste sábado

sexta-feira, 10 de abril de 2015

A Rua Barão da Torre, em Ipanema, na Zona Sul do Rio, vai ser totalmente liberada ao trânsito no sábado (11) com a conclusão no local das obras da Linha 4 do Metrô (Barra da Tijuca-Ipanema). O Consórcio Linha 4 Sul, responsável pela implantação da Linha 4 entre Ipanema e Gávea, informou nesta quarta-feira (8) que concluiu os serviços de infraestrutura na via entre as ruas Teixeira de Melo e Farme de Amoedo.

Com a abertura da via, terminam as inversões temporárias no fluxo de veículos nas ruas Teixeira de Melo e Jangadeiros, entre as ruas Visconde de Pirajá e Barão da Torre. A Rua Teixeira de Melo volta a operar em direção à Rua Barão da Torre e a Rua Jangadeiros, no sentido Praça General Osório/Praia de Ipanema, informou assessores da Linha 4 do Metrô.

Uma nova sinalização será implantada e orientadores de tráfego ajudarão motoristas e pedestres. As alterações de trânsito foram decididas em conjunto com a CET-Rio.

No dia 7 de março, o trecho da Barão da Torre entre as ruas Farme de Amoedo e Joana Angélica já havia sido liberado ao trânsito. Agora, com a liberação do trecho entre a Teixeira de Melo e Farme de Amoedo, não há mais obras de infraestrutura da Linha 4 do Metrô na Barão da Torre.

O consórcio continua executando as restaurações nos edifícios que foram afetados pela obra, bem como os reparos das pedras portuguesas nas calçadas do trecho entre às ruas Teixeira de Melo e Joana Angélica. Ao final destes serviços, a via será rearborizada, informou a Linha 4 do Metrô.

A Linha 4 do Metrô é uma obra do governo do estado que vai ligar Ipanema à Barra da Tijuca a partir de 2016, transportando mais de 300 mil pessoas por dia. Serão seis estações e 16 quilômetros de extensão.  Será possível ir da Barra a Ipanema em 13 minutos e, da Barra ao Centro, em 34 minutos. Os usuários poderão ainda deslocar-se da Pavuna, no subúrbio, até a Barra, pagando apenas uma tarifa.

A estação do Metrô Jardim Oceânico, na Barra, tem previsão de ser entregue em junho de 2016 em fase de testes e, em julho, com funcionamento pleno. Mas quem passa pelo local já consegue enxergar alterações na paisagem que mostram como será o visual do local no futuro.

Na chegada ao Jardim Oceânico, a Linha 4 terá seu único trecho com o metrô acima da superfície, através de uma ponte estaiada. O projeto conta com um "telhado verde" que vai cobrir a estação e se oferece como opção sustentável da construção.

Informações: G1 Rio

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960