Greve de ônibus na Grande Vitória, motoristas param ônibus em toda a Grande Vitória

quarta-feira, 30 de junho de 2010


Um verdadeiro caos tomou conta da Grande Vitória na manhã desta quarta-feira (30). Além da paralisação dos rodoviários de Vila Velha e Guarapari, profissionais de outros municípios também resolveram cruzar os braços. A categoria não reivindica reajuste salarial, mas a definição de qual sindicato vai representar motoristas e cobradores.

Na tarde desta terça-feira (29), um dissídio de greve foi julgado após audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e ficou decidido que o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Vila Velha e Guarapari (Sintrovig) será o representante da categoria. A decisão desagradou motoristas e cobradores, que queriam ser liderados pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Espírito Santo (Sindirodoviários).

Os trabalhadores não reconhecem o Sintrovig como entidade que os represente junto à classe patronal e, por isso, decidiram pela paralisação. Um motorista vinculado ao Sindirodoviários confirmou a insatisfação e relatou que funcionários das duas empresas se recusam a aceitar a decisão.

Pelas ruas, os reflexos da greve estavam por todo lado. Sem ônibus, muitos motoristas colocaram os carros nas ruas e o resultado foi trânsito lento em alguns trechos de Vitória. Os pontos de parada de ônibus estavam lotados: apesar do alerta, a maior parte dos passageiros não sabia da paralisação e aguardavam os coletivos.

Quem tentava uma forma alternativa tinha que contar com a sorte: os táxis estavam quase todos ocupados no início da manhã, horário de maior movimento, já que muita gente está indo para o trabalho. O jeito, para muitos, era conseguir uma carona.


Fonte: Folha de Vitória

7 comentários:

Anônimo disse...

olá... gostaria de saber se tem previsão de volta. Obrigado

Anônimo disse...

também gostaria de saber quando volta a funcionar

Anônimo disse...

gostaria de saber se os seletivos vao passa amanhã?

Anônimo disse...

gostaria de saber se vcs nao tem mais nada pra fazer, vai trabalhar bando de vagabundo. Fica fazendo greve e atrapalhando a vida de todo mundo.

Obrigado

Anônimo disse...

a esse cidadão que chama os trabalhadores do setor de vagabundos, eu digo´, é lamentavel que vc pense assim, pois a classe que mais sofre são os motoristas e cobradores, porque vc, não vem dirigir em nosso lugar?

fidapita38cent disse...

é isso companheirada, vamos à luta, e vagabundo são aqueles que não tem coragem de lutar!!!!

Anônimo disse...

se estao insatisfeitos porque nao procuram algo melhor , tem muito pai de familia desempregado que adorariam ganhar o que vcs estao rejeitando.

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

Loading...

Google+ Followers

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Brasil vai inaugurar mais de 250 quilômetros de BRT em 2014

Nova etapa das obras da Linha 4 do Metrô do Rio é iniciada na Gávea

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Governo estuda trem-bala de São Paulo a BH, Curitiba e Brasília

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960