No Rio, Semana começou com novas mudanças nos ônibus

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Nesta segunda-feira foi o primeiro dia útil após mais uma etapa de mudanças nos ônibus que circulam na Zona Sul. Desde sábado, cinco linhas foram extintas: 157, 180, 183, 184 e 405. Três rotas foram criadas e uma outra teve o itinerário alterado.

Cerca de 750 mil passageiros usavam diariamente as linhas eliminadas, segundo último relatório operacional que consta no site da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), com dados de julho passado. Muitos passageiros terão que fazer baldeação para chegar aos seus destinos.

As linhas criadas foram a Troncal 8 (Cosme Velho — Rodoviária, via Praça Mauá), a Troncal 7 (Central — Cosme Velho, via Túnel Santa Bárbara) e a 517 (Gávea PUC — Botafogo, via Lagoa- Epitácio Pessoa circular). Já a 580 (Largo do Machado — Cosme Velho) sofreu mudança no trajeto para Laranjeiras, passando a atender à Rua General Glicério.

As alterações fazem parte da segunda fase da racionalização das linhas da Zona Sul. De acordo com a SMTR, a primeira fase, de outubro a dezembro, provocou redução de 20% no tempo de viagem pelas faixas do BRS em Copacabana e no Centro.

A prefeitura diz que o objetivo do plano é reorganizar o sistema, garantir transporte mais eficiente para a população, com diminuição no tempo de deslocamento e melhoria na fluidez do trânsito. Até abril, serão implantadas outras mudanças e a estimativa é retirar, ao todo, 700 ônibus das ruas.

A SMTR recomenda que os usuários da 157 passem a usar a 517 e fazer integração com a Troncal 5. Ainda segundo a secretaria, passageiros da 180 devem optar pela Troncal 8. O público da 183 deve utilizar a 580 e fazer integração com a Troncal 7. Quem pegava a 184 tem duas alternativas: usar a 580 e a Troncal 8 ou a 580 com a Troncal 7. Já quem se deslocava na 405 tem como opção a Troncal 7, fazendo baldeação com a 483

Itinerário novo

A antiga linha 580 (Largo do Machado - Cosme Velho), que sofreu mudança em seu itinerário, passou a ter o letreiro “Laranjeiras - Largo do Machado (circular)”. O novo trajeto de ida e volta é: General Cristóvão Barcelos, Rua General Glicério, Rua Professora Estelita Lins, Rua das Laranjeiras (sentido Largo do Machado), Rua Soares Cabral, Rua Almirante Sodré, Viaduto Jardel Filho, Rua Conde de Baependi, Praça José de Alencar, Rua do Catete, Largo do Machado, Rua das Laranjeiras, Rua General Glicério, Rua Professor Ortiz Monteiro, ponto terminal próximo à edificação nº 512.

Segundo a Secretaria Municipal de transportes (SMTR), a comunicação aos usuários é feita pelo Rio Ônibus, com a distribuição de panfletos, cartazes e agentes de divulgação nas ruas. 

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960