Usuários do Bilhete Único estão com dificuldade para fazer a recarga em 19 estações do Metrô de São Paulo

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Usuários do Bilhete Único estão com dificuldade para fazer a recarga em 19 estações do Metrô de São Paulo porque as máquinas da Rede Ponto Certo não estão funcionando. A companhia disse nesta sexta-feira (11) que vai multar a empresa por abandono dos pontos de vendas.

De acordo com o Metrô, na primeira semana de dezembro, sem aviso prévio, a Rede Ponto Certo suspendeu a venda de créditos do Bilhete Único em todos os pontos de autoatendimento.

O Metrô realizou duas licitações para o recebimento de propostas de outras empresas interessadas na locação de espaços para a venda assistida do Bilhete Único nas estações. A última sessão foi em 4 de novembro, mas não houve empresas interessadas.

A Rede Ponto Certo disse ao G1 que foram vários motivos que levaram a companhia a optar pela paralisação, dentre eles que, entre 2011 e 2015, não houve reajuste de tarifas e que foram realizadas diversas reuniões com o Metrô mostrando que havia desiquilíbrio financeiro no contrato. Não houve acordo e as máquinas começaram a ser retiradas nesta quinta-feira (10).

O usuário ainda pode recarregar o Bilhete Único nos pontos de venda assistida de outras empresas credenciadas pela São Paulo Transporte (SPTrans) em 40 das 61 estações do Metrô. São elas: Jabaquara, Santa Cruz, Ana Rosa, São Bento, São Joaquim, Sé, Vergueiro, Luz, Tietê, Jardim São Paulo, Parada Inglesa, Armênia, Santana, Tucuruvi, Chácara Klabin, Clínicas, Consolação, Sumaré, Trianon-Masp, Vila Madalena, Anhangabaú, Belém, Bresser-Mooca, Carrão, Tatuapé, Palmeiras-Barra Funda, Santa Cecilia, Marechal Deodoro, Pedro II, República, Brás, Artur Alvim, Corinthians-Itaquera, Patriarca, Penha, Guilhermina-Esperança, Vila Matilde, Adolfo Pinheiro, Oratório, Vila Prudente (Monotrilho).

Nas estações onde não há mais disponibilidade do serviço, há indicação dos pontos de venda mais próximos. Por causa do problema, passageiros enfrentaram filas enormes nesta sexta-feira para comprar bilhete na Estação Portuguesa-Tietê do Metrô.

Também é possível recarregar os bilhetes em postos de atendimento como banca de jornais, padarias, lojas de conveniências, supermercados ou pelo site http://bilheteunico.sptrans.com.br/lojaVirtual.aspx.

Por Karina Godoy

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960