No Recife, Fiscalização na faixa azul da Mascarenhas de Moraes é adiada mais uma vez

terça-feira, 30 de junho de 2015

A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) prevê para a segunda quinzena deste mês a instalação dos equipamentos eletrônicos que vão flagrar os condutores que insistirem em transitar pela faixa azul da Avenida Mascarenhas de Moraes, na Zona Sul do Recife, exclusiva para o transporte coletivo.
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
O prazo previsto inicialmente para começar a operação era o fim de junho, mas, segundo a CTTU, as chuvas que caíram no Recife este mês dificultaram a implantação da fiscalização.

Quando os equipamentos estiverem funcionando, motoristas que invadirem o corredor serão multados em R$ 53,20. O objetivo da faixa azul é promover maior eficiência para o transporte publico através da prioridade na circulação.

O trecho da avenida monitorado será entre a Ponte Motocolombó e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Nele, apenas onde a linha branca é tracejada, sinalização geralmente próxima aos pontos onde há cruzamentos e é possível entrar à direita, é permitido usar a faixa azul.

Em maio, quando anunciou a assinatura da ordem de serviço, o gerente geral de Trânsito do Recife, Agostinho Maia, afirmou que a CTTU quer que a fiscalização chegue aos três corredores - além da Mascarenhas, na Avenida Domingos Ferreira, na Zona Sul, e na Rua Cosme Viana, na Zona Sul. "Mas, com o orçamento limitado, fizemos a opção de começar por lá. É onde tem mais invasão de faixa, principalmente pela manhã, no sentido Centro", explicou.

Ao todo, o Recife tem 21,4 quilômetros de faixas azuis. Só em 2014, foram registradas 3.980 multas por invasão da faixa.

Nos cálculos da CTTU, o corredor, implantado em janeiro de 2014, representou um fanho de 23,8% no sentido Centro/subúrbio e de 21,8% na direção oposta, onde há mais desrespeito à sinalização. Quarenta e duas linhas de ônibus passam pela Mascarenhas de Moraes, que é uma das vias com menor velocidade média da capital pernambucana nos horários de pico.

Informações: JC Trânsito

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960