Campinas recebe 60 novos ônibus acessíveis para o transporte público

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Campinas recebe mais 60 novos ônibus para o transporte público coletivo municipal. Todos os veículos são acessíveis. Essa é mais uma ação de renovação da frota que atende o município. Com esses veículos, já são 180 ônibus entregues em 2014; e 248 em dois anos de governo Jonas Donizette.

“Nossa Administração trabalha com afinco para resolver os problemas de Campinas. Na área de Transportes, os desafios são grandes, mas estamos atuando para que o sistema seja mais eficiente. Além da renovação da frota, aumentamos o tempo de integração do Bilhete Único, implantamos o Passe Lazer e vamos criar o Bilhete Único Universitário, que reduz em 50% o valor da tarifa de ônibus”, revelou o prefeito Jonas.

A entrega dos novos ônibus beneficia 64 mil passageiros por dia, que utilizam 13 linhas do transporte público. Essas linhas percorrem o eixo da Avenida John Boyd Dunlop, regiões do Swift, Boa Vista, Nova Aparecida e Vila Padre Anchieta. A acessibilidade da frota agora atinge a marca de 70,1%, uma das mais altas do país.

Os 60 veículos são da empresa Expresso Campibus, que investiu R$ 18 milhões na nova frota. A apresentação dos ônibus foi realizada no final da manhã desta quinta-feira, dia 4 de dezembro na Pedreira do Chapadão (Praça Ulysses Guimarães).

Além do prefeito, também participaram do evento o secretário de Transportes e presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Carlos José Barreiro, secretários municipais, vereadores, empresários do setor de transporte, representantes de conselhos e lideranças municipais e operadores do sistema.

“É sempre uma grande satisfação realizar mais uma entrega de ônibus. Em apenas quase dois anos de governo do prefeito Jonas Donizette, a renovação da frota representou 1/5 do total de veículos do sistema. Isso demonstra a preocupação constante da Administração com a qualidade do transporte coletivo”, afirmou o secretário Carlos Barreiro.

Em seu discurso, o prefeito Jonas salientou as mudanças que o município vem experimentando. “Hoje Campinas é uma cidade diferente do que era há dois anos. Nós estamos resgatando a normalidade na cidade, que hoje tem controle e uma Administração que ouve o povo”.

Atendimento
A renovação da frota favorece 13 linhas de ônibus. Os veículos têm capacidade para 72 passageiros, sendo 28 sentados e 44 em pé. Todos os veículos são acessíveis, dotados de elevador para cadeira de rodas com acionamento elétrico e pneumático, espaço para cadeirantes, assentos preferenciais para idosos, obesos, gestantes, mães com criança de colo. Todos os ônibus também possuem cinco portas, permitindo a operação nos dois lados do veículo.

As linhas que recebem os novos veículos são:

2.22 – Jardim Florence I
2.23 – Satélite Íris III
2.24 – Residencial Sirius
2.28 – Princesa D’Oeste
2.29 – Jardim Florence II
2.30 – Ipaussurama / Carrefour Dom Pedro
2.52 – Parque São Jorge
2.53 – Swift / Vila Boa Vista
2.60 – Nova Aparecida / Shopping Iguatemi
2.63 – Terminal Padre Anchieta / Terminal Mercado I
2.64 – Vila Padre Anchieta
2.65 – Padre Anchieta
2.66 – Parque São Jorge / Hospital de Clínicas

Raio X
O sistema de transporte público coletivo Campinas possui 1.239 ônibus em operação, sendo 992 do sistema convencional e 247 do sistema alternativo. Deste total, 869 são acessíveis, representando 70,1% da frota.

A idade média da frota é de 4,5 anos. O município tem 202 linhas de ônibus, distribuídas em quatro áreas:

1) Área 1 (Azul Claro). Regiões: Ouro Verde, Vila União e corredor Amoreiras.

2) Área 2 (Vermelha). Regiões: Campo Grande, Padre Anchieta e corredor John Boyd Dunlop.

3) Área 3 (Verde). Regiões: Barão Geraldo, Sousas, Amarais, Rodovia Campinas - Mogi Mirim e corredor Abolição.

4) Área 4 (Azul Escuro). Regiões: Nova Europa, Santos Dumont e aeroporto de Viracopos.

Nos dez primeiros meses de 2014, o sistema de transporte público registrou uma média de 634 mil passageiros por dia. São 15,8 milhões de passageiros por mês. Estima-se que essas viagens sejam realizadas, diariamente, por 240 mil usuários (pessoas).

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960