Goiânia ganhará cinco novos corredores preferenciais para ônibus

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Aprovado pelo Ministério das Cidades, na última segunda-feira (21), o projeto para implantação de cinco novos corredores preferenciais de ônibus e a conclusão de outro deve sair do papel. De acordo com a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), com a verba de aproximadamente R$ 145 milhões, que será repassada pela Controladoria-Geral da União (CGU), serão construídos novos corredores nas avenidas T-7, T-9, 24 de Outubro e Independência. Também será concluído o corredor da T-63, que já está funcionando.

“Ficamos muito felizes com essa notícia. Tínhamos inscrito o projeto em julho do ano passado junto ao PAC da Mobilidade, que irá investir R$ 50 bilhões em mobilidade urbana no Brasil”, salienta o coordenador de corredores preferenciais e ciclovias da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), Domingos Sávio Afonso. “As obras serão realizadas separadamente e em diferentes tempos”, completa.

A liberação dos recursos aguarda ainda o aval da Caixa Econômica Federal para abrir o processo licitatório. Entretanto, ele adiantou que o procedimento deve ser realizado ainda neste semestre. “A primeira via a sofrer alterações será a Avenida T-7 ”, revela Domingos Sávio Afonso.

Todos os corredores terão o mesmo sistema da T-63. “Todos eles seguirão o modelo de três faixas de rolamento com uma exclusiva para ônibus. Além das placas de sinalização e também os radares”, completa Domingos. Para Domingos Sávio, a construção dos corredores irá aumentar consideravelmente a velocidade média do transporte coletivo da capital, tirando os ônibus do trânsito pesado.

“A melhoria na velocidade do transporte recupera a confiabilidade do sistema. Para se ter uma ideia, houve uma melhora na velocidade dos ônibus em torno de 26% na T-63 depois do corredor. Com isso, 70% do número de pessoas que passam pela T-63 está andando de ônibus”, destaca o coordenador de corredores preferenciais e ciclovias da CMTC.

Informações: O Hoje

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960