Faixa azul da Avenida Recife aumenta velocidade dos coletivos em 56%

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Com um mês de funcionamento, a Faixa Azul da Avenida Recife promoveu um ganho de 56% na velocidade média dos ônibus, que passou de 14,8 km/h para 23,1 km/h, no horário de pico, que vai das 6h às 9h. Já no período entre 17h e 19h, o ganho foi de 47%, passando de 14,1 km/h para 20,7 km/h.

Pelo corredor passam 29 linhas de ônibus, diariamente, totalizando 1.660 viagens. São 82 mil passageiros utilizando os 3,6 km de faixa exclusiva por dia, que já sentem a melhora na mobilidade no percurso. A ação é uma iniciativa da Prefeitura do Recife, que já implantou 32 kms de Faixas Azuis desde 2013.

O balanço foi divulgado na manhã desta sexta-feira pela Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano do Recife. "A Avenida Recife é a sétima via a receber a Faixa Azul na cidade, e ao todo, os corredores beneficiam mais de 635 mil passageiros. Agora, as pessoas que utilizam o transporte público chegam mais rápido aos seus destinos, o que é muito bom", destaca o secretário João Braga.

A Faixa Azul funciona de segunda a sexta-feira, das 6h às 22h. Além dos ônibus, os táxis do município do Recife também têm acesso aos corredores. Os demais veículos só podem entrar no corredor quando precisarem realizar conversões e acessar os lotes à direita. A sinalização horizontal mostra aos condutores, quando a linha for pontilhada, que é possível entrar na faixa. A fiscalização já está valendo, e os motoristas que forem flagrados utilizando a faixa irregularmente estarão passíveis a multa gravíssima, no valor de R$ 191,54 e 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Com a implantação da Faixa Azul da Avenida Recife, Prefeitura do Recife alcançou a marca de 32 kms de Faixa Azul implantados. Atualmente, a ação está também nas avenidas Marechal Mascarenhas de Moraes, Domingos Ferreira e Conselheiro Aguiar, além das ruas Cosme Viana e  Real da Torre. No total, Recife passou a ter cerca de 54 quilômetros de corredor exclusivo para ônibus, contando com os corredores que já existiam na cidade antes da Faixa Azul. Isso representa um aumento de cerca de mais de 155% no número de quilômetros de prioridade para o transporte público no Recife desde  2013, quando a cidade possuía pouco mais de 20 kms de faixas exclusivas.

A implantação dos corredores exclusivos garantiu um aumento significativo na velocidade média dos coletivos. Na Faixa Azul da Avenida Mascarenhas de Moraes, os ônibus passaram de 21 km/h para 35,4 km/h, o que representa um ganho total de 66,6% na via. Já na Avenida Herculano Bandeira, onde a implantação da Faixa Azul aconteceu em junho de 2014, a velocidade saiu de 11 km/h para 24 km/h - um aumento de 118%. Já na Rua Cosme Viana e na Avenida Conselheiro Aguiar, houve um ganho de 38,8% (de 18 km/h para 25 km/h) e 49% (de 13.1 km/h para 19.5 km/h) na velocidade média dos ônibus, respectivamente.

Informações: Diário de Pernambuco

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960