Em Natal, Empresas de ônibus pedem reajuste da tarifa para R$ 3,40.

quarta-feira, 8 de junho de 2016

As linhas de ônibus de Natal devem voltar a circular com 100% da frota a partir de hoje. Os empresários de ônibus e rodoviários chegaram a um acordo que concede 10% de reajuste de uma só vez para os trabalhadores. Por sua vez,  o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiro de Natal (Seturn) afirma que acentua o "desequilíbrio financeiro" do sistema de transporte público e pede reajuste da tarifa para R$ 3,40. O ofício solicitando a revisão tarifária já foi entregue, segundo ele, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), mas não houve resposta.

Mesmo com o reajuste o preço da passagem de ônibus em janeiro deste ano, o valor continua defasado nas contas do Seturn. “O Seturn vem cobrando o reajuste da tarifa que está defasada em 0,50. Esse reajuste dos salários acentua ainda mais o desiquilíbrio financeiro do sistema. A Prefeitura tem que fazer alguma coisa”, declarou Nilson Queiroga, consultor técnico do Seturn. 

Ainda segundo Queiroga as empresas aceitaram a proposta rejeitada na segunda-feira em função dos prejuízos para a sociedade e no faturamento das empresas com a greve. “Não seria possível esperar mais pela decisão da justiça[dissídio coletivo], que talvez demorasse mais uma semana. A sociedade estava tendo prejuízos e as empresas estavam deixando de faturar”, explicou o consultor do sindicato patronal. Inicialmente, o Seturn afirmou que a tarifa atual só suportaria um reajuste nos salários dos trabalhadores de 4,24%.

A proposta acatada por ambas as partes foi proposta pelo mediador da Superintendência Regional do Trabalho ontem. Todos os trabalhadores rodoviários deverão ter um reajuste salarial de 10%. Os motoristas e aqueles que ganham igual ou acima do salário de motorista receberão 10% no vale alimentação. Os cobradores deverão ter o vale alimentação reajuste em 14%, assim como as outras funções que ganham salário igual ou inferior ao de cobrador. 

Todas as outras cláusulas da convenção do trabalho anterior foram mantidas. Vale lembrar que a inflação de maio de 2015 a maio de 2016 foi de 9,28% (IPCA). O mês de maio é a data de negociação trabalhista dos rodoviários. 

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960