Mercedes-Benz vende 79 ônibus urbanos para capitais do Nordeste

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Empresas de Natal e São Luís adquiriram chassis OF 1721 e OF 1724 visando oferecer maior conforto e qualidade aos usuários

Chassis de ônibus urbanos da Mercedes-Benz consolidam sua presença em renovações de frota no Brasil

Empresa é líder absoluta nas vendas de ônibus no País, com cerca de 70% de participação no segmento urbano em 2015

Assim como vem ocorrendo em diversas capitais brasileiras nos últimos meses, os ônibus Mercedes-Benz também ganharam a preferência dos clientes nas renovações de frota em Natal, no Rio Grande do Norte, e em São Luís do Maranhão.
Em Natal, foram comercializados 50 chassis do modelo OF 1721, destinados às empresas Cidade do Natal, Oceano, Reunidas e Transflor. Na capital do Maranhão, as empresas TransPremium e TransRequinte adquiriram 20 unidades do OF 1724 com suspensão metálica para uso no transporte metropolitano, atendendo linhas novas criadas para oferecer maior velocidade operacional ao sistema. Já a Viação Primor adquiriu nove chassis OF 1724 com suspensão pneumática, destinados para renovação de frota do serviço urbano.

“Os governos municipais estão se mobilizando para oferecer um transporte público de melhor qualidade”, afirma Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing de Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “A reorganização do transporte urbano passa pela implantação de novas linhas e de sistemas integrados. Isso também vem acontecendo em Natal e São Luís, capitais onde nossa marca mantém expressiva participação de mercado de 42%, sendo que na capital maranhense somos os líderes locais”.

Ônibus Mercedes-Benz são destaque nas renovações de frota
“Essas vendas demonstram novamente que os nossos produtos, que oferecem um elevado padrão de qualidade, conforto e segurança no transporte coletivo urbano, continuam contando com ampla aprovação dos clientes na hora da renovação de frota”, ressalta Walter. “Além disso, destacam-se pela robustez, resistência, excelente desempenho e reduzido custo operacional, assegurando rentabilidade às empresas operadoras”.

Com a escolha dos ônibus Mercedes-Benz, Natal e São Luís seguem a tendência de outras grandes regiões metropolitanas do País, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza, Vitória, Brasília e Florianópolis. Os ônibus da marca atendem a todas as demandas do transporte coletivo urbano, o que inclui sistemas, como BRT, corredores e faixas exclusivas. Dessa forma, contribuem de maneira importante para a mobilidade urbana e a melhoria da prestação de serviços à população.

Mercedes-Benz é líder de vendas em ônibus no Brasil
A expressiva presença da Mercedes-Benz em diversas capitais reafirma a liderança absoluta da Empresa nas vendas de ônibus no Brasil. “Em 2015, nossa marca obteve cerca de 70% de participação no segmento urbano acima de 8 toneladas”, informa Walter.

De acordo com o executivo, considerando o mercado total de ônibus, acima de 8 toneladas, a Mercedes-Benz mantém sua liderança tradicional e destacada, com emplacamento de 8.254 unidades no ano passado, o que resulta numa participação de 52,5%. Este market share significa 2,8 pontos percentuais a mais em relação aos 49,7% do mesmo período de 2014.

Suspensão metálica ou pneumática e caixa automatizada opcional

Os chassis OF 1721 e OF 1724 são indicados para transporte urbano de passageiros, fretamento contínuo, como o transporte de funcionários, e fretamento eventual, em caso de grupos de turistas, além de transporte rodoviário de curtas distâncias. Neste caso, os veículos recebem carroçarias com características de ônibus rodoviários, proporcionando mais conforto e bem estar a bordo.

Além da tradicional configuração com suspensão metálica, o OF 1721 e o OF 1724 são oferecidos também com suspensão pneumática, aumentando a satisfação dos passageiros e do motorista em relação à comodidade do veículo.

A Mercedes-Benz oferece a opção de caixa de mudanças automatizada para o chassi OF 1724. A caixa automatizada “SmartShift” baseia-se numa caixa mecânica convencional, com o sistema eletrônico inteligente fazendo a escolha da melhor marcha para cada situação de operação. Com a troca automática de marchas é dispensado o uso do pedal de embreagem. Isso resulta em maior conforto para o motorista e maior segurança na condução do veículo. Além disso, assegura menor consumo de combustível e maior segurança contra eventuais erros de operação.

Informações: SEGS


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960