Ônibus 100% a bateria serão a novidade na 11ª edição do Passeio Turístico no aniversário de São Paulo

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Dois ônibus a bateria serão a atração do 11 ª Edição do Passeio Turístico, até então destinado somente aos trólebus. O trajeto incluirá os principais cartões postais da capital, na região central, no feriado do dia 25 de janeiro. O evento é uma realização da Secretaria Municipal de Transportes, por intermédio da São Paulo Transportes (SPTrans) e Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), e São Paulo Turismo (SPTuris).

O passeio será gratuito, dura 40 minutos e revela um outro olhar para a arquitetura e desenho da cidade com seus edifícios, monumentos históricos e patrimônios culturais. A primeira saída está marcada para 9h.

Um dos modelos a bateria tem 12 metros de comprimento e o outro possui 15 metros. Ambos já estão em testes na ruas de São Paulo. Por sua característica, além de não serem poluentes, não completamente silenciosos e confortáveis. Há, ainda, mais 12 coletivos, trólebus, que farão o percurso.

A programação é de que saia um ônibus a cada quatro minutos com todos os passageiros sentados.

Assim como nos dois últimos anos, o tom de nostalgia ficará garantido com a participação do grupo Trovadores Urbanos, que se apresentará antes do ponto de partida, e chegada, no Páteo do Colégio.

REALIZAÇÃO
O Passeio Turístico de Trólebus é promovido pela Secretaria Municipal de Transportes (SMT), São Paulo Transporte (SPTrans), Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e São Paulo Turismo (SPTuris), com apoio da Ambiental Transportes Urbanos, Viação Gato Preto, SPUrbanuss, Páteo do Colégio, Polícia Militar, Subprefeitura da Sé, e secretarias municipais de Coordenação das Subprefeituras, de Cultura e de Governo Municipal.
  
Ficha técnica

Dia: 25 de janeiro
Horário: das 09h às 15h
Local de saída e chegada dos ônibus: Páteo do Colégio
Duração do passeio: 40 minutos

Informações: SPTrans

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960