Em SP, Veja quando o Bilhete Único Mensal de ônibus e trilhos é mais vantajoso

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

O Bilhete Único Mensal será ainda mais vantajoso a partir do próximo sábado (9) para parte dos passageiros de ônibus, do Metrô e dos trens da CPTM na região metropolitana de São Paulo. A tarifa avulsa desses serviços vai subir de R$ 3,50 para R$ 3,80, mas o preço do Bilhete Único Mensal vai ficar congelado para quem optar por essa modalidade (veja abaixo um passo a passo de como solicitar o Bilhete Mensal)

O Bilhete Único Mensal de ônibus, que custa R$ 140, agora vai valer a pena para quem fizer a partir de 37 viagens por mês. Isso porque quem fizer 36 viagens e comprar as passagens de forma avulsa por R$ 3,80 vai gastar R$ 136,80. Na prática, quem usar o Bilhete Único Mensal "viaja de graça" a partir da 37ª viagem.

Quem vai e volta de ônibus do trabalho, por exemplo, gastará R$ 167,20 durante um mês com 22 dias úteis se comprar as passagens avulsas por R$ 3,80. O valor é R$ 27,20 a mais do que custa o Bilhete Único Mensal. O preço de R$ 140 é o mesmo para o Bilhete Único Mensal na versão trilhos (Metrô e trem).

Bilhete Único Semanal
Também há vantagens no uso do bilhete semanal e do diário. No semanal, que custa R$ 38, o número de viagens necessárias para o serviço valer a pena caiu de 11 para 10. No diário, vendido a R$ 10 para 24 horas de uso, de 3 para 2.

Bilhete Único Integrado (trens, metrô e ônibus)
O Bilhete Único Integrado (trens, metrô e ônibus) vale a pena para quem fizer a partir de 39 viagens por mês. O valor do bilhete é R$ 230, que pode ser usado durante 31 dias. Antes, era preciso fazer ao menos 43 viagens para esse tipo de cartão compensar. A integração unitária vai subir de R$ 5,45 para R$ 5,92 no dia 9 de janeiro.

Também há vantagens nas versões semanal e diária com integração, que custam respectivamente R$ 60 e R$ 16.

VEJA COMO FICAM AS TARIFAS A PARTIR DE 9 DE JANEIRO

- bilhete unitário de ônibus: reajustado para R$ 3,80
- bilhete unitário de metrô: reajustado para R$ 3,80
- bilhete unitário de trem: reajustado para R$ 3,80
- bilhete 24 horas de ônibus: mantido em R$ 10
- bilhete semanal de ônibus: mantido em R$ 38
- bilhete mensal de ônibus: mantido em R$ 140
- integração entre ônibus e trilhos: reajustado para R$ 5,92
- integração entre ônibus e trilhos 24 horas: mantido em R$ 16
- integração entre ônibus e metrô semanal: mantido em R$ 60
- integração entre ônibus e  trilhos mensal: R$ 230
- Trilhos madrugador: mantido em R$ 2,92
- Da Hora: mantido em R$ 2,92
- Para os ônibus da EMTU, o percentual médio do reajuste irá variar em cada uma das cinco regiões metropolitanas vinculadas à empresa - São Paulo, Campinas, Baixada Santista, Sorocaba e Vale Paraíba, mas nenhum valor será reajustado acima da inflação.

Informações: G1 São Paulo

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960