Em Guarulhos, Corredor de ônibus da EMTU vira estacionamento antes de inauguração

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Depois de dois adiamentos para a entrega das obras, o trecho do Corredor Metropolitano de Ônibus Guarulhos-São Paulo, entre o terminal Cecap e a Vila Galvão, se transformou em calçada e estacionamento de veículos em frente a alguns pontos de parada.
Foto: Reprodução TV Globo

As obras atrasaram porque, em maio, a Prefeitura de Guarulhos não aprovou o cimento usado na faixa para a passagem dos ônibus alegando que o material usado era de má qualidade. Os trabalhos só foram retomados no dia 22 de junho.

A administração também disse que a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) não estava cumprindo o projeto original acordado. A EMTU prevê que o corredor fique pronto na segunda quinzena de agosto, segundo informou o SPTV.

O Corredor Metropolitano Guarulhos-São Paulo terá, ao todo, 20 quilômetros de extensão, mas só trecho entre o Terminal Cecap ao Terminal Taboão, perto do Aeroporto do Cumbica, está pronto. As obras de outros dois trechos ainda não começaram. 

Sem a circulação dos ônibus, os pedestres usam a faixa como calçadão para chegar até o terminal Cecap. Na estação Timóteo Penteado, a estrutura está pronta, mas é usada como vagas para estacionamento de veículos.

O reportagem flagrou um guardador de carros, conhecido como "flanelinha", organizando as "vagas". Os motoristas aproveitam o espaço livre e a falta de sinalização sobre a proibição para estacionar.

Informações: G1 São Paulo

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960