Passe Livre para estudantes começa a funcionar em Ponta Grossa

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Após quase 6 meses do anúncio de que os estudantes teriam direito ao Passe Livre no transporte coletivo, o benefício começou a funcionar nesta quarta-feira (3) em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná. Ao todo, 1.508 alunos são beneficiados.

O Passe Livre prevê duas passagens diárias de graça nos ônibus da Viação Campos Gerais (VCG) para os estudantes dos ensinos fundamental, médio, técnico e superior que morem a mais de 2 quilômetros da escola ou faculdade e tenham frequência de 85%.

A Lei do Passe livre foi sancionada pelo prefeito no início da tarde de terça-feira (2). O projeto foi aprovado na segunda-feira (1º) por todos os vereadores e prevê o repasse de R$ 1,05 milhão. O valor sairá da Secretaria Municipal de Educação.

Relação de pontos para recarga e consulta de créditos:
- Supermercado Tozetto, no Jardim Carvalho;
- Supermercado Tozetto, na Vila Oficinas;
- SuperMuffato, próximo à garagem da VCG
- Shopping Total, em frente loja do O Boticário;
- Autarquia de Trânsito na Rua Balduíno Taques, antigo Clube GuaÍra;
- Prefeitura;
- Terminais de ônibus, nas cabines dos coordenadores de tráfego.

Ainda dá tempo
Os estudantes que não compareceram ao mutirão de entrega dos cartões devem entregar a documentação solicitada na Prefeitura de Ponta Grossa. Veja abaixo os documentos necessários.

Como passaram do prazo estabelecido, os alunos não receberão o cartão de imediato. Eles deverão comparecer ao Terminal Central para a retirada após o requerimento ser deferido pela Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT).

Devido ao tempo necessário para o repasse do recurso para a VCG, os cartões solicitados a partir de agora só estarão com créditos a partir de julho.

Documentos necessários para estudantes do ensino médio:
- RG ou certidão de nascimento do aluno;
- CPF do aluno;
- Comprovante de endereço (conta de conta de água ou de luz, carnê de IPTU, contrato de aluguel, correspondências bancárias, de órgãos públicos ou comerciais, entregues pelos Correios);
- RG do representante legal do aluno (para menores de 18 anos);
- CPF do representante legal do aluno (para menores de 18 anos);
- Declaração de inexistência de vaga em escola a menos de dois quilômetros da residência do aluno (Para alunos que não estudam em instituição mais próxima de sua residência);
- Contrato de prestação de serviço de educação, comprovando bolsa de 100% (para estudante de instituição privada);
- Termo de Guarda ou Termo de Encaminhamento do Conselho Tutelar (para alunos que não estão sob cuidados do pai ou da mãe).

Documentos necessários para estudantes do ensino superior:
- RG ou certidão de nascimento do aluno;
- CPF do aluno;
- Comprovante de endereço (conta de conta de água ou de luz, carnê de IPTU, contrato de aluguel, correspondências bancárias, de órgãos públicos ou comerciais, entregues pelos Correios);
- RG do representante legal do aluno (para menores de 18 anos);
- CPF do representante legal do aluno (para menores de 18 anos);
- A folha resumo do Cadúnico, constando que o mesmo ou seus pais (no caso dos menores de idade) são beneficiários de um dos programas Bolsa Família, Telefone Popular, Bolsa Verde, Minha Casa Minha Vida faixa I ou Tarifa Social de Energia Elétrica;
- Para estudante de instituição privada, contrato de prestação de serviço de educação, comprovando bolsa de 100%.

Informações: G1 PR

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960