Prefeitura de Campo Grande fará licitação do Corredor Sul de transporte coletivo

terça-feira, 12 de maio de 2015

Os moradores da região do Universitário terão maior conforto. Ainda neste mês, a Prefeitura de Campo Grande, fará a licitação do Corredor Sul de transporte coletivo. São 17,28 quilômetros de corredor, começando no Terminal Guaicurus, passa pelo Terminal Morenão, se estendendo até a avenida Mato Grosso, passando pela Rui Barbosa, Calógeras, além de trechos da 13 de Maio e Maracaju.

O investimento  é de R$ 32,3 milhões, somente para as faixas exclusivas de ônibus> Além de R$ 27,8 milhões para o viaduto na rotatória das avenidas Interlagos com Gury Marques.

Na sexta-feira (8) foi lançado o edital de licitação do primeiro trecho, com extensão de 6,90 km, entre o terminal Guaicurus e a rotatória da Interlagos. O projeto prevê o corredor no canteiro central e o recapeamento das duas pistas da avenida, com previsão de investimentos em R$ 12 milhões. As empresas poderão apresentar propostas até o dia 15 de junho às 18 horas. Nesta etapa está programado o recapeamento de ruas de acesso ao corredor, como as ruas Danda Nunes, Marques de Olinda, Filomena Segundo Nascimento e Visconde de Cairu.

Os próximos lotes do corredor terão recapeamento na avenida Costa e Silva, em uma extensão de 4,37 km da Olavo Vilela, até a avenida Eduardo Elias Zahran, passando pelo Terminal Morenão. O trajeto tem extensão de 570 metros, da rua Carlinda Tognini, que dá acesso a rua Rui Barbosa, onde o corredor será implantado ao longo de mais 3,47 km, entre a Carlinda Tognini e a avenida Mato Grosso. O outro eixo do corredor é avenida Calógeras, ao longo de 2,97 km , entre as avenidas Mato Grosso e Eduardo Elias Zahran.

Segundo lote
Antes da licitação do Corredor Sul, a prefeitura licitou o Corredor Sudoeste,  entre o terminal Aero Rancho e o Shopping Campo Grande, passando pelo terminal Bandeirantes. Já foi feita a ordem de serviço para um trecho de 570 metros do corredor na rua Guia Lopes da Laguna, entre a Afonso Pena e a rua Brilhante.

A obra está orçada em R$ 700.734,66, com previsão de ser concluída em 90 dias. Os serviços incluem sinalização horizontal e vertical, além da acessibilidade.

Mobilidade
O projeto de Mobilidade Urbana prevê a implantação de três corredores do transporte. Além do Corredor do Sudoeste, estão projetados os Corredores Sul (centro/terminal Morenão/Guaicurus) e Norte (centro/terminal General Osório/Terminal Nova Bahia).

O orçamento total é de R$ 116 milhões, prevendo ainda colocação de 500 abrigos em pontos de ônibus e quatro novos terminais de transbordo. (com informações da assesoria PMCG)

Por Alberto Gonçalves
Informações: Capital News

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960