Implantação da segunda fase do BRT-Vetor não deverá trazer impacto

quarta-feira, 20 de maio de 2015

A implantação da segunda fase do sistema de mobilidade urbana, BRT-Vetor, não trará impacto nenhum ao comércio e ao trânsito da Avenida da Saudade. A afirmação foi feita pelo secretário de planejamento, Marcondes Nunes, após manifestação de apreensão dos comerciantes locais em relação às mudanças que o sistema poderia forçar nas vias.

Segundo o secretário não há motivo para apreensão. “O estacionamento vai ser mantido nos dois lados da avenida. Então não terá transtorno nenhum para os comerciantes, inclusive até mesmo na avenida Bento Ferreira. Na avenida da Saudade teremos até ciclovia e passeios largos”, tranquiliza o secretário.

Com medo de que o comércio seja prejudicado, da mesma forma como foi na avenida Leopoldino de Oliveira, os empresários locais já se reúnem para pedir que a Prefeitura discuta com a comunidade o projeto. Segundo Marcondes, as audiências públicas já foram realizadas, o desenvolvimento do proposta será apresentado à comunidade durante o lançamento do projeto.

Marcondes disse que está surpreso diante do posicionamento dos comerciantes locais, e lembrou que as outras avenidas onde o novo sistema será implantado possuem tamanho adequado para receber o BRT/Vetor. Segundo o secretário nem mesmo o trânsito será prejudicado.

Informações: JM Online

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960