Prefeitura de Salvador multa 769 em 4 dias na faixa exclusiva da Pituba

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Em quatro dias, a Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador) notificou 769 condutores por trafegarem na faixa exclusiva para ônibus na avenida Paulo VI, na Pituba. Em média, 192 motoristas foram multados por dia.

A operação com fiscalização eletrônica ocorreu entre os últimos dias 23 e 26 de março, por meio de radar estático. Antes, a ação era realizada apenas por agentes de trânsito do órgão. Apesar de a operação continuar, estes são os dados mais recentes da Transalvador.

Mesmo com a sinalização informando que a faixa da avenida no sentido orla é apenas para ônibus, é muito comum encontrar veículos particulares trafegando na via. Na última sexta-feira, A TARDE foi ao local e constatou que os motoristas ignoram a determinação.

Além de utilizarem a faixa, muitos acabam prejudicando os usuários de transporte coletivo. Em horários de pico, como algumas ruas transversais à avenida Paulo VI costumam ficar congestionadas, os condutores que desejam acessá-las não conseguem e, consequentemente, impedem a passagem dos ônibus.

"Acho errado, afinal as mudanças deram resultado, o trânsito da [avenida] Paulo VI melhorou", opinou o estudante Alex Brito, 22. Apesar de condenar a imprudência, ele utilizou a faixa na última sexta-feira e admite, ainda, que usa em outros momentos.

"Às vezes estou com pressa e o trânsito está 'pesado' e não tem jeito, passo pela faixa exclusiva mesmo. Mas fico atento ao movimento de ônibus, se for pequeno, passo por ela", justifica ele.
Segundo o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, avaliações do órgão já haviam detectado a imprudência de condutores que trafegam pela região. No ano passado, 4.424 notificações foram realizadas por agentes no local.

"A gente tem notado que as pessoas têm descumprido a cada dia mais, mesmo mantendo os agentes em determinados horários de maior circulação. Estamos mantendo o radar praticamente todos os dias", pontua o superintendente.

O condutor flagrado é autuado por tráfego irregular. A multa para a infração, considerada de natureza leve pelo Código de Trânsito Brasileiro, é de R$ 53,21, acrescentando três pontos na carteira nacional de habilitação (CNH).

Intensificação
Morador da Pituba, o autônomo Antônio Rabelo, 40, concorda com a intensificação da fiscalização. Ele diz nunca ter usado a via exclusiva. "Se foi comprovado que é melhor para o trânsito, então as pessoas devem cumprir a lei. Se todo mundo quiser priorizar o seu desejo no lugar do bem do trânsito, vira uma baderna".

Muller destaca que a instalação do radar estava prevista desde a implantação da faixa. "Recebemos poucas reclamações. Os moradores dão uma volta maior, mas conseguem fazer os trajetos em menos tempo, porque os longos congestionamentos acabaram", frisa.

Informações: A Tarde Online

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960