Por mais segurança, Metroviários do Recife podem paralisar novamente

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Os metroviários do Recife podem paralisar as atividades ainda esta semana. Na tarde desta quarta-feira (1º), a categoria está reunida com representantes da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU/Metrorec) em rodada de negociação na sede da Metrorec, em Areias, Zona Norte do Recife. 

Nesta quinta (2), o Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (SindmetroPE) realiza assembleia geral, onde os profissionais podem deflagrar greve. A assembleia acontece às 18h na Estação Central do Recife. "Não iremos pegar a população de surpresa. Respeitaremos todos os prazos de comunicação da paralisação. O serviço está garantido para esta quinta", garantiu o diretor de comunicação do SindmetroPE, Levi Arruda. 

A categoria reivindica melhorias na segurança do metrô, por meio da elaboração de um plano para a área. "Os metroviários continuam cobrando medidas efetivas para garantia de segurança nas estações e trens do metrô do Recife. As denúncias de casos de violência dentro do sistema metroviário recifense se mantêm, sejam atos cometidos em dias de jogos ou não. A prática vai do assédio sexual, principalmente contra as mulheres, violência física no acesso aos trens quando chegam às plataformas, até furtos, assaltos e arrastões dentro do metrô", informou o SindmetroPE por meio de nota.

Saiba Mais - O metrô do Recife:

Área de cobertura: 39,5 km
Composto por duas linhas: Centro e Sul 
Passageiros: 400 mil/dia

Linha Sul cobre 10,5 km
Linha Centro 29 km

Linha Sul transporta 120 mil passageiros por dia
Linha Centro transporta 280 mil diariamente

Linha Sul opera com 9 trens em intervalos de 6 minutos
Linha Centro opera com 15 trens em intervalos de 5 minutos

Linha Sul realiza 259 viagens por dia
Linha Centro realiza 317 viagens por dia

Trens - 40 trens e 9 VLTs cobrem o percurso de Cajueiro Seco até o Cabo e também Cajueiro Seco até o Curado

Fonte: Metrorec

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960