Em Curitiba, Faixas exclusivas na Marechal Deodoro e Desembargador Westphalen começam a ser implantadas

quinta-feira, 12 de março de 2015

A Prefeitura de Curitiba iniciou a preparação do pavimento para a implantação de duas novas faixas exclusivas para ônibus na cidade, nas ruas Marechal Deodoro e Desembargador Westphalen. As duas faixas deverão entrar em operação até o fim de março, reforçando a política municipal de priorização do transporte coletivo. A primeira faixa exclusiva da capital funciona desde julho do ano passado na Rua XV de Novembro.

A faixa exclusiva da Marechal Deodoro será demarcada no trecho entre a Rua João Negrão e a Alameda Dr. Muricy. Ela beneficiará 30 mil passageiros transportados por 13 linhas do transporte coletivo – Canal da Música/Vista Alegre, Novena, Jardim Social/Batel, Itupava/Hospital Militar, Rua XV/Barigui, Detran/Vicente Machado, Cristo Rei, Cajuru, Capão Imbuia/Parque Barigui, Alcidez Munhoz/Jardim Botânico, Fazendinha, Caiuá e Executivo/Aeroporto. A velocidade máxima permitida na via será de 40km/h.

A faixa exclusiva da Desembargador Westphalen irá da Avenida Visconde de Guarapuava até a Avenida Presidente Getúlio Vargas, beneficiando 70 mil passageiros de 20 linhas que passam pela via – Jardim Mercês/Guanabara, Universidades, Bom Retiro/PUC, Vila Macedo, Jardim Centauro, Guabirotuba, Vila São Paulo, Uberaba, Jardim Itiberê, Canal Belém, Alferes Poli, Guilhermina, Menonita, Vila Izabel, Vila Rosinha, Carmela Dutra, Vila Velha, Cotolengo, Ligeirinho Bairro Novo e Ligeirinho CIC/Cabral.

Com as faixas exclusivas, os ônibus deverão ter velocidade contínua, fazendo com que as viagens sejam feitas em menor tempo. As outras faixas de circulação da Marechal Deodoro e da Desenbargador Westphalen também passarão a ter a velocidade máxima permitida nos trechos correspondentes das faixas exclusivas.

No trecho exclusivo, será permitido apenas o acesso de veículos de moradores nas regiões próximas a garagens de casas e prédios localizados no lado direito das vias. Os táxis poderão entrar na faixa exclusiva para levar ou pegar passageiros, mas não poderão estacionar na mesma – devem adentrar as guias rebaixadas existentes e permanecer apenas o tempo necessário para o embarque e desembarque de passageiros.

Para as conversões à direita de veículos, foram criados espaços de 20 metros, localizados um pouco antes do cruzamento e onde haverá uma linha pontilhada separando as faixas, ao invés dos tachões. Os motoristas e motociclistas poderão passar para a faixa exclusiva apenas nesses trechos – respeitando o fluxo dos ônibus, que têm a preferência –, para depois fazer a conversão à direita.

Em um cruzamento da Rua Marechal Deodoro (com a Alameda Dr. Muricy) e em um cruzamento da Rua Desembargador Westphalen (com a Avenida Getúlio Vargas), algumas linhas de ônibus terão que fazer uma conversão à esquerda. Próximos a esses cruzamentos, foram criados outros espaços de 20 metros (também demarcados com linha pontilhada, aos invés dos tachões) para a saída dos ônibus da faixa exclusiva. Os demais veículos devem dar preferência para a conversão à esquerda dos ônibus. Todas as conversões e preferências serão sinalizadas com placas.

Informações: Urbs

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960