Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis é lançado

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

O Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis (Plamus) foi lançado pelo governador Raimundo Colombo com o objetivo de melhorar o trânsito na Ilha de Santa Catarina e na Grande Florianópolis. Durante apresentação do programa pelo vice-presidente da Strategy – PwC, Carlos Eduardo Gondim, Colombo anunciou que a coordenação e execução caberá ao engenheiro Cássio Taniguchi, ex-prefeito de Curitiba e especialista em urbanismo. Ele começa como superintendente e depois assumirá a Secretaria de Mobilidade Urbana, que será criada com a extinção de 10 secretarias executivas.

As pesquisas realizadas comprovaram com dados o que já se sabe empiricamente: a imobilidade em Florianópolis é causada pelo uso exagerado de carros particulares e a falta de um eficiência do sistema de transporte coletivo.

Uma constatação surpreendente: Florianópolis é a cidade brasileira com maior percentual de uso de veículo particular. Chega a 48%, contra média nacional de 32%. Já o transporte coletivo é usado por apenas 24% da população. Outros 25% da locomoção ficam com ciclistas e pedestres.

Quer dizer: mantidos os índices atuais de emplacamento de novos veículos e sem melhoria e maior uso do transporte coletivo a Ilha vai travar, terá imobilidade total nos próximos anos.

Entre as vias mais movimentadas destaque para as pontes. Por elas passam todos os dias 138 mil pessoas. Desse total, 50% é com transporte individual. Pior: a taxa de ocupação dos ônibus é de 60%.

O plano prevê medidas de curto, médio e longo prazo, além de investimentos milionários para incentivo ao transporte coletivo.

Informações: Blog Moacir Pereira

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960