Greve de ônibus no Recife pode ser deflagrada esta semana

domingo, 20 de julho de 2014

A semana começa com muito suspense no que diz respeito ao transporte público na Região Metropolitana do Recife, pois uma assembléia do sindicato dos rodoviários junto com a categoria que está previamente marcada para o dia 23, podem deflagrar uma nova greve de ônibus na cidade, a categoria pede aumento de 10% o que já foi totalmente descartado pelo setor patronal além do aumento no valor dos tickets e redução da jornada de trabalho.

Este ano a situação é totalmente complicado, pois além das tarifas de ônibus que não foram reajustadas no começo do ano, a tarifa que antes custava R$ 2,25 foi reduzida em R$ 0,10 centavos ano passado aumentando ainda mais os gastos das empresas, isso sem falar que o transporte também depende de outros setores como por exemplo de combustíveis que também sofreu reajustes este ano.

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana/PE) e o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Passageiros do Estado de Pernambuco (Serpe) – entidades que representam a classe patronal - apresentaram à comissão negocial de trabalhadores proposta de reajuste salarial de 2,5%, que foi rejeitada. A categoria reivindica aumento salarial de 10% para fiscais e motoristas e o piso salarial de R$ 857 para cobradores.

O fato é que as chances de greve são muito grandes e a solução a ser encontrada poderá ser o aumento da tarifa de ônibus já nos próximos dias, o que causará insatisfação da população, isso porque, já existe de fato uma greve oculta com a retirada de viagens de muitas linhas deixando a população prejudicada todos os dias.

O fato é que o transporte coletivo do Recife vive um caos e não é tarifa barata que deixa a população satisfeita, mas qualidade e eficiência, e isso não temos na cidade, pois o transporte piora a cada dia em todas as partes da região metropolitana, basta visita um terminal desses em horários de pico.

Blog Meu Transporte

1 comentários:

Wagner Arcelino disse...

Sobre o trecho da matéria publicada: "...a tarifa que antes custava R$ 2,25 foi reduzida em R$ 0,10 centavos ano passado aumentando ainda mais os gastos das empresas" Só lembrando, esta redução se deu por conta de a lei que reduz a zero as alíquotas das contribuições sociais PIS/Pasep e Cofins incidentes sobre a receita do transporte urbano municipal. A nova norma entrou em vigor a partir do dia 12/09/2013. Quanto a isso, não justifica, mas se aproveitam da falta de memória do povo brasileiro.

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960