Faixa exclusiva para ônibus causa dúvidas entre motoristas de Curitiba

domingo, 22 de junho de 2014

A nova faixa exclusiva para ônibus ainda causa muitas dúvidas para os motoristas que trafegam pela Rua XV de Novembro, em Curitiba. A via é de uso compartilhado, mas a faixa dos ônibus não pode ser usada pelos demais veículos. O objetivo é aumentar a velocidade média de 11 linhas que passam pela rua e que atendem, diariamente, a 45 mil pessoas.

Essa faixa é a primeira instalada na cidade. Em outras ruas de Curitiba, há as canaletas de ônibus, onde o espaço dos coletivos é separado por uma calçada, evitando confusões entre os motoristas.

Em função disso, muitos motoristas acabam usando a faixa como se fosse preferencial para os ônibus, não exclusiva. Eles invadem o espaço, para tentar evitar o trânsito mais intenso nas demais faixas.

Outra dúvida é sobre como fazer conversões à direita. Como a via exclusiva usa a faixa da direita, os motoristas têm receio de fazer as curvas, pois podem cortar a frente dos ônibus. Na verdade, a forma correta é usando um trecho seccionado, onde é possível usar a faixa dos ônibus apenas para entrar nas ruas à direita.

De acordo com o presidente da Urbs, Roberto Gregório, nos próximos dias deve ocorrer uma campanha de esclarecimento para os motoristas, com o objetivo de tirar as dúvidas em relação à nova faixa. “A nossa ideia agora é intensificar o trabalho de esclarecimento, de orientação, o papel educativo de uma forma geral, para na sequencia a faixa entrar em plena operação”, explica.

Após o período de esclarecimentos, a fiscalização na Rua XV de Novembro deverá ser iniciada. A partir daí, quem for flagrado usando a faixa de forma irregular estará sujeito a multa de R$ 53,00, além de três pontos na carteira de habilitação.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960