BRT/Move na Antônio Carlos dobra o número de ônibus neste sábado

domingo, 25 de maio de 2014

Os usuários do transporte público de Belo Horizonte devem ficar atentos. A segunda etapa do BRT/Move na Avenida Antônio Carlos vai começar neste sábado. Nessa fase, mais de 86 ônibus que circulam diariamente nas pistas mistas da via serão retirados para desafogar o trânsito. Serão criadas duas novas linhas troncais - uma que sairá da Estação Pampulha e seguirá até a Região Hospitalar e outra que ligará o terminal até o Bairro Betânia, na Região Oeste de Belo Horizonte, sem passar pelo Centro. Essa última vai fazer a ligação entre a Antônio Carlos e a Amazonas. Segundo a BHTrans, 37 mil usuários serão atendidos pelos sistema rápido por ônibus no entorno do corredor. 

Ao todo, 11 linhas convencionais vão ser transformadas em oito alimentadoras, que atenderão usuários dos bairros Planalto, Floramar, Santa Mônica e Jardim Leblon. Os passageiros serão levados até a Estação Pampulha, de onde acessarão o Centro de BH e a área hospitalar, sem o pagamento de novas tarifas. (Veja no quadro abaixo).

De acordo com a BHTrans, com as mudanças 86 ônibus convencionais sairão do fluxo de tráfego no sentido Centro / Bairro no pico da manhã no trecho entre o Anel Rodoviário e Lagoinha. Nesta nova etapa, o número de ônibus vai cair para 186, uma redução de 47% do volume de coletivos municipais na via. Na pista mista no trecho entre a Avenida Portugal e o Anel Rodoviário, onde foram introduzidos 191 ônibus, o número de coletivos vai cair para 105, uma redução de 45%, a partir do próximo sábado. 

Linha vai ligar Pampulha a Região Oeste

Uma nova linha troncal do Move vai interligar duas regiões de Belo Horizonte. O ônibus 5250 (Estação Pampulha/Betânia) vai passar pela Antônio Carlos em direção ao Bairro Betânia sem passar pelo Centro. Para isso, vai trafegar pela a Avenida Amazonas. O veículo vai possibilitar que os usuários, por exemplo, tenham acesso ao Fórum Lafayette e ao polo comercial do Barro Preto. 

A nova linha vai funcionar com veículo estilo padron com ar condicionado. Ele vai circular nos idas úteis e nos períodos noturnos. Neste horário vai parar nas Estações Carijós e Rio de Janeiro e trafegar pela pista mista da Antônio Carlos entre 0h e 4h. Também vai rodar aos domingos e feriados.

A partir do próximo sábado, a atual linha Diametral 5401 (São Luiz / Dom Cabral) vai passar a circular com ônibus estilo Padron. Na Avenida Antônio Carlos vai circular na Busway com parada nas estações posicionadas ao longo do trajeto. Isso vai permitir a integração com outras linhas do Move. Por exemplo, os usuários que embarcarem nas linhas troncais poderão descer em alguma estação de transferência e pegar o 5401 sem o pagamento de nova tarifa. Nele, poderá chegar a destinos como o Expominas e a Puc Coração Eucarístico. 

Mudanças na Região Oeste

Na nova etapa do Move, algumas mudanças serão feitas no transporte público na região Oeste de Belo Horizonte. Com a implementação da linha troncal 5250, três linhas diametrais que circulam na regiã, vão ganhar a complementação de três linhas radiais convencionais. As novas linhas estarão integradas com a nova linha 5250, dispensando o pagamento da tarifa complementar. 

Atualmente, circulam pela Região Oeste as linhas 1207A (Betânia/Santa Mônica), 1207B (Conjunto Betânia /Santa Mônica) e 1207C (Bairro das Indústrias 4ª Seção / Santa Mônica). Elas vão ganhar o reforço doas linhas 2033 (Betânia / Centro), 2034 (Conjunto Betânia / Centro) e 2035 (Bairro das Indústrias / Centro). 

Também será criada uma nova linha alimentadora, a 207. O veículo vai ligar o Bairro Betânia à Estação Vila Oeste do metrô. Os usuários vão pagar a tarifa de R$ 2,05. Ela fará a integração com a linha troncal 5250. Assim, o usuário apenas pagará o complemento de R$ 0,80 ao embarcar. 

Por João Henrique do Vale

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960