Empresas de ônibus em Londrina defendem aumento no preço das passagens

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

As empresas de transporte coletivo de Londrina estão buscando uma forma de reajustar a tarifa da passagem de ônibus no município desde março deste ano. O diretor do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Londrina (Metrolon), Gildalmo de Mendonça, não revelou o valor da proposta que deve ser apresentada à Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU).

Mendonça defendeu, em entrevista à Rádio Paiquerê AM, que o valor de R$ 2,20 praticado na tarifa de ônibus em Londrina está defesado em relação às despesas que as empresas possuem com a manutenção dos serviços e a folha de pagamento. E cita como exemplo o caso de Maringá, onde a tarifa é de R$ 2,95 para justificar o aumento na passagem, citando que o valor foi reduzido em R$ 0,05 em 2011 por medida adotada pelo município.

A redução no valor da tarifa de ônibus foi adotada em fevereiro de 2011, quando foi assinado um decreto lei pelo então prefeito Barbosa Neto (PDT), concedendo subsídios de R$ 6.332.000,00 do município para as empresas de transporte coletivo, com recursos oriundos do Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI). Pelo decreto, o subsídio pagava as isenções de 50% da tarifa concedida aos estudantes (prática realizada há anos no município) e 100% do valor da passagem dos aposentados por invalidez, pessoas com deficiência, crianças e adolescentes em situação de risco e pessoas com tratamento médico contínuo.

No final de dezembro de 2011 as empresas haviam protocolado um pedido de reavaliação da planilha da tarifa pública dos ônibus na cidade. A intenção era que fossem revistas as variáveis que influenciam o preço do transporte.

Informações: O Diário.com/Londrina

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960