Sem vans, ônibus reduz tempo de viagem em São Gonçalo

sexta-feira, 16 de outubro de 2009


Em mais um dia de operações contra o transporte alternativo irregular em São Gonçalo, a Secretaria Municipal de Transportes realizou blitzes em dois pontos da cidade. Como poucas vans puderam circular sem serem incomodadas, amparados por autorização judicial, apenas uma van foi apreendida e o trânsito fluiu sem congestionamentos.

Sem as vans nas ruas, o trânsito ficou livre na cidade e o tempo de viagem nos ônibus foi reduzido. Na linha 143 (Viação Mauá), que faz o percurso entre o centro de São Gonçalo e Niterói, o tempo de viagem caiu de 50 para 38 minutos. Já na linha, 532 (Alcântara-Niterói) o tempo baixou de 65 para 50 minutos. O mesmo ocorreu em linhas municipais, como a 15 (Jóquei-Fórum), que foi reduzido em 10 minutos (de 60 para 50) e na linha 01 (Santa Izabel-Fórum), que caiu de 65 para 55 minutos.

De acordo o superintendente do Sindicato das Empresas de Transporte do Estado do Rio de Janeiro (Setrerj), Márcio Barbosa, a retirada das vans de circulação tornou as viagens muito mais rápidas. Ainda de acordo com ele, a frota de ônibus na cidade será ampliada em 15% (80 ônibus), seguindo as demandas da população.

Durante a manhã, com apoio de agentes do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) e de PMs, foi fiscalizada uma das vias mais movimentadas do centro de São Gonçalo. Entre 7h e 11h nenhum veículo foi apreendido fazendo transporte irregular de passageiros.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960