Empresários querem solução para transporte coletivo em Manaus

segunda-feira, 18 de maio de 2009


O diretor executivo do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos (Sinetram), César Teixeira, declarou ontem que a Prefeitura de Manaus tem dois meses para regularizar o uso da meia passagem estudantil, acabar com o transporte clandestino e melhorar o sistema viário da cidade. De acordo com ele, sem essas medidas, os empresários não poderão arcar com o reajuste de 7% no salário dos rodoviários a partir de agosto.A promessa do reajuste de 7% fez com que os rodoviários acabassem com a greve que prejudicou milhares de pessoas esta semana em Manaus.Estudo feito pelo Sinetram aponta que a tarifa deveria ser de R$ 2,64 em fevereiro. Teixeira informou que o estudo foi enviado para a Prefeitura de Manaus, mas os empresários não tiveram resposta.Conforme balanço do ano passado, existe uma dívida de mais de R$ 50 milhões por parte das empresas.Para o deputado estadual Francisco Praciano o estudo feito pelo Sinetram deveria ser imparcial. "O empresário não pode fazer auditoria dele mesmo. A prefeitura é que deveria fazer isso", alegou.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960