Em Fortaleza, Obras do VLT avançam nos trechos 1 e 2

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

O avanço das obras de construção do Veículo Leve sobre Trilhos – VLT, ramal Parangaba – Mucuripe, vai gerar a interdição temporária da rua Antônio Fiúza, no bairro Itaoca, a partir da noite desta sexta-feira (4). A via irá receber serviços de drenagem, previstos para serem concluídos em 30 dias.

A obra na via cumprirá mais uma etapa de conclusão dos trabalhos no trecho 2, que fica entre as estações Borges de Melo e Parangaba, e já está em fase de operação experimental entre as estações Montese e Borges de Melo. Nesta fase, o trem circula sem passageiros, de segunda a sexta-feira, das 10 às 11h, realizando quatro viagens por dia. O percurso de 3,6 quilômetros equivale a 70% do trecho 2 do VLT, composto ainda pelas estações Parangaba e Vila União; e 30% de toda a obra do modal. A previsão é que o trecho completo entre em operação assistida, com transporte de passageiros de forma gratuita, até o final de 2016.

Além dos avanços no trecho 2, o trecho 1, que compreende a construção da passagem inferior da avenida Borges de Melo, também dá continuidade aos trabalhos. Para dar início às escavações do túnel, a avenida Borges de Melo, no sentido leste-oeste, será estreitada e terá apenas uma faixa liberada para tráfego a partir do próximo sábado (5).

Desvios de tráfego

Para viabilizar as obras de drenagem, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) implantará um novo desvio de tráfego na madrugada de sexta para sábado. A passagem de nível da Rua Antônio Fiúza, no trecho compreendido entre as ruas Elcias Lopes e Júlio Verne, será bloqueada. Agentes do órgão darão suporte operacional à intervenção, que deve durar 30 dias.

Informações: Governo do Ceará

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960