CPTM inicia venda de bilhetes no sistema QR Code

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Os passageiros que utilizam a Estação Tamanduateí, na Linha 10-Turquesa da CPTM, tem uma novidade no pagamento das passagens. É a bilhetagem via QR Code, ou Código QR (Quick Response - resposta rápida), uma solução inovadora, que pode proporcionar agilidade e praticidade aos passageiros do transporte público e redução de custos operacionais à empresa.

Para testar o sistema, o usuário deverá adquirir um bilhete unitário, que será impresso com o código, na bilheteria da estação. Haverá um bloqueio específico adaptado para a leitura desse bilhete, que deverá ser aproximado à leitora de cartões para a liberação do acesso. Nos primeiros quinze dias, a venda desse bilhete estará disponível das 9h às 16h.

Durante os 30 dias iniciais desse período de testes, promotores da Autopass estarão na Estação Tamanduateí para orientar os passageiros com o novo sistema. A programação é que até o fim do ano outras cinco estações estejam com a tecnologia instalada para testes: Vila Aurora, na Linha 7-Rubi; Lapa, na Linha 8-Diamante; Autódromo, na Linha 9-Esmeralda; Dom Bosco, na Linha 11-Coral, e USP-Leste, na Linha 12-Safira. Elas foram selecionadas por apresentar maior percentual de utilização de bilhetes unitários. Na CPTM, cerca de 20% dos usuários utilizam bilhetes magnéticos unitários (Edmonson) para a entrada nas estações.

Caso os testes comprovem a viabilidade de implantação definitiva, futuramente, o QR Code pode oferecer múltiplas facilidades em relação aos bilhetes magnéticos atuais (Edmonson), como a aquisição pela Internet, aplicativos de celular e máquinas de venda automatizadas, gerando mais praticidade e ganho de tempo aos usuários da CPTM. O período de testes será de seis meses. 

O novo sistema de bilhetagem, pioneiro na América Latina para o pagamento de passagens do sistema metroferroviário, foi desenvolvido pela Autopass, parceira da CPTM nesta fase de testes, e que já realizou um projeto piloto no Terminal Santo André do Corredor ABD, da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU, entre os dias 11 de julho e 19 de agosto.

A viabilidade da implantação definitiva do sistema QR Code para o pagamento das tarifas será avaliada durante o período de testes. 

Serviço:

Bilhetagem via QR Code
Estação Tamanduateí da CPTM, na Linha 10-Turquesa (Brás - Rio Grande da Serra)

Informações: CPTM

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960