Terminal Central de Uberlândia começa a receber mudanças

sexta-feira, 22 de maio de 2015

O Terminal Central de Uberlândia começou a receber mudanças estruturais após recomendações do Ministério Público Estadual (MPE). A Companhia de Administração de Terminais Urbanos e Centros Comerciais (Comtec) afirmou que está trabalhando no Termo de Audiência do dia 15 de abril e reafirmou o compromisso em cumprir todas as ações de competência da empresa no prazo alinhado com o MPE.

De acordo com a Comtec, 33 pessoas foram contratadas para dar apoio nas plataformas. Elas foram divididas em três turnos e há reforço nos horários de pico. Os colaboradores usam camisa verde e estão no Terminal desde sexta-feira da semana passada para orientar o embarque e o desembarque e auxiliar pessoas com algum tipo de dificuldade.

As medidas foram sugeridas depois de um acidente no início de março em que uma idosa de 76 anos foi atropelada no local. Ela ficou internada durante 22 dias mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo o promotor Fernando Martins, a presença dos agentes é apenas uma das recomendações do MPE. Ele acrescentou que faltam espelhos nos retrovisores dos ônibus, quadro com informações e barra de proteção aos usuários do transporte coletivo.

Para a cuidadora de idosos Maria Salete Medeiros, além das mudanças físicas, outro item que poderia ajudar a melhorar o convívio e garantir a segurança de quem precisa utilizar os serviços no terminal é a tolerância.

Multa
Mesmo com as mudanças que começaram a ser feitas, o promotor Fernando Martins falou que os responsáveis pelo Terminal Central e a Prefeitura de Uberlândia vão pagar uma multa por não ter cumprido o decreto de 1997 com regras de fiscalização e funcionamento para todos os terminais. Haverá multa e não tem como fugir disso. Ela será baseada no faturamento da empresa e no orçamento e Município”, disse.

Administradora do Terminal, a Contec informou que não vai se pronunciar sobre a multa.

Já o secretário de Trânsito e Transportes, Alexandre Andrade, disse que a Prefeitura não foi notificada, mas que está seguindo todas as orientações do MPE e que já reforçou a fiscalização nas plataformas.

O secretário disse ainda que em breve será realizada uma campanha educativa nas plataformas.

Informações: G1 Triângulo Mineiro

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960