Grande Cuiabá: Trajeto de ciclovia com 10 km será inaugurado em maio

segunda-feira, 27 de abril de 2015

A partir do dia 9 de maio o Governo do Estado deve inaugurar a primeira parte da ciclovia do projeto “PedalaMT”. A rota, de aproximadamente 10 quilômetros, tem início no complexo da Arena Pantanal, em Cuiabá, e segue até o Distrito da Passagem da Conceição, em Várzea Grande e completa a programação de comemoração dos 267 anos de Mato Grosso. 
Foto: Portal Eu Vou de Bike
A primeira etapa do projeto contará também com a instalação de flutuantes no rio Cuiabá para suporte à prática de canoagem. A ideia de unir o ciclismo e o esporte aquático é um diferencial do projeto PedalaMT, desenvolvido pela equipe da Secretaria de Cidades (Secid). Os flutuantes serão instalados na região que compreende a Passagem da Conceição e também o Porto, na Capital.

O projeto, que desde janeiro vinha sendo elaborado pela Secid, contempla um total de 47,1 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas, além de 19,1 quilômetros para a prática de canoagem no rio Cuiabá. A proposta está dividida em diversas etapas. 

De acordo com o superintendente de Projetos Especiais, Carlos Oseko, que também é coordenador do projeto, o PedalaMT compreende as principais vias de Cuiabá e Várzea Grande. Segundo ele, são trechos que poderão ser utilizados para a prática de atividades de lazer e também por aquelas pessoas que utilizam a bicicleta como meio de locomoção. 

Trajeto 

Conforme o projeto, a primeira etapa tem início no Complexo Arena Pantanal. A rota se estende até a Rodovia Mário Andreazza e tem como ponto de chegada o Distrito da Passagem da Conceição, em Várzea Grande. É também nesta região em que será instalado o primeiro flutuante para a prática da canoagem. (com assessoria)

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960