Passagem de ônibus em Feira de Santana sobe para R$ 2,70

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Integrantes do Conselho Municipal de Transportes de Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia, definiram reajuste de 14,9% na tarifa local do transporte público. A decisão, que foi aprovada na tarde de segunda-feira (12), estabelece aumento no valor da passagem de ônibus de R$ 2,35 para R$ 2,70.

Em entrevista, o secretário municipal de Transportes e Trânsito, Ebenezer Tuy, afirmou que a decisão foi tomada pela maioria do Conselho - que tem representantes do poder público, empresários e sociedade civil -, sendo que o estudo de um nova previsão tarifária foi acordado com rodoviários no dia 24 de dezembro de 2013, após paralisação que afetou o transporte público durante três dias no município.

Conforme Tuy, o aumento da tarifa em 2015 é justificado por dois motivos. O primeiro estaria relacionado à falta de aumento no valor da passagem há dois anos. "A gente quer deixar claro que, em 2013 e 2014, não houve reajuste em Feira. Dezesseis capitais tiveram aumento desde 2014. Numa pesquisa atual, nós temos 15 capitais que aumentaram a tarifa em 2015. Feira de Santana, ao contrário, reduziu a tarifa em 2013: passou de R$ 2,50 para R$ 2,35", disse sobre o reajuste definido após protestos que mobilizaram o país em julho de 2013. 

A primeira justificativa, segundo o secretário de Transporte, leva ao segundo motivo que explica o aumento na passagem. "As empresas alegaram desequilíbrio nas contas. Durante esses dois anos houve aumento de salário, como acréscimo no valor combustível, lubrificantes, insumos. Se não houver aumento, [as empresas] entram desequilíbrio econômico", disse.

De acordo com Ebenezer Tuy, o município de Feira de Santana tem frota de 224 veículos, que são administrados por duas empresas: Princesinha do Sertão e 18 de Setembro. O aumento da tarifa, a partir de agora, precisa ser homologado pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho (DEM).

Outras decisões
Reunião de Conselho aprovou outros projetos, como implementação do "Corujão" - que autoriza a ampliação de horário de circulação dos ônibus de meia-noite até 1h -, além de questões relacionadas à criação do Controle Operacional de Transporte, que estaria em processo de finalização. A licitação do transporte local também foi discutida e, segundo Ebenezer Tuy, o edital deve sair até o final de janeiro deste ano.

Por Henrique Mendes
Informações: G1 BA


0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960