Santo André coloca 15 novos ônibus na rua

sábado, 27 de setembro de 2014

A Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos (SMUOSP) e a SA-Trans, concessionária que administra o transporte público municipal, entregou nesta sexta-feira (26), no Terminal da Vila Luzita, 15 novos ônibus da viação Expresso Guarará. Os veículos são menos poluentes e contam com acessibilidade para cadeirantes, lanternas, faróis e iluminação interna em LED, tela touchscreen para o motorista controlar a iluminação, abertura e fechamento das portas, além da mudança do letreiro do itinerário.

Os veículos vão atender a ligação entre a Vila Luzita e a região central da cidade, aumentando, assim, a capacidade de transporte da frota, que passa a ter 419 ônibus. Serão atendidas as linhas TR 103, que liga a Vila Luzita ao Paço Municipal, na região central da cidade. Os novos ônibus têm capacidade para 45 passageiros sentados, 44 em pé, além de espaço para cadeira de rodas e para cão guia acompanhante de pessoas com limitação visual. A empresa também optou por elevador eletropneumático para o acesso de cadeiras de rodas, que possui acionamento mais preciso e movimentação mais suave de elevação e desembarque da cadeira de rodas.IMG 6092

Há ainda poltronas únicas, sem divisória, para passageiros com obesidade e outras demarcadas para idosos, gestantes, portadores de deficiência física ou para quem se recupera de procedimentos cirúrgicos. O corredor também é mais largo que dos modelos antigos, facilitando a movimentação dos passageiros dentro do veículo. Outra importante inovação dos veículos são que as lanternas, faróis e a iluminação interna contam com lâmpadas de led, que permitem melhor visualização.

Em relação à emissão de poluentes, os novos ônibus da Expresso Guarará seguem as atuais normas de restrição de poluição, com base nos padrões internacionais Euro V. A redução na emissão de óxido de nitrogênio é de 63%, e na de materiais particulados chega a 80%. Para o motorista, também há itens de conforto, como poltrona ergonômica e uma tela no painel sensível ao toque (touchscreen) com várias funções, como acionamento das portas, iluminação interna, faróis e lanternas e mudança do letreiro do itinerário, entre outros, reduzindo o número dos botões tradicionais.

Para o prefeito de Santo André, Carlos Grana, a renovação da frota vem ao encontro do aumento no número de usuários do terminal. “Santo André está fazendo a lição de casa. Nossa frota tem idade média de quatro anos e essa região está em expansão; a demanda cresce permanentemente. Poucos meses atrás tínhamos 30 mil passageiros, estamos chegando a quase 50 mil no terminal, por isso, o assunto merece total atenção do governo”, pontuou Grana.

Para o secretário de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos, Paulinho Serra, um dos critérios utilizados para o processo de renovação foi a idade da frota. “A entrega de novos ônibus faz parte de um grande processo de modernização do transporte público, onde implantamos o Bilhete Único Andreense, já entregamos 75 novos ônibus, nossa frota está cada vez mais acessível, houve a reforma nos pontos de ônibus, tudo isso faz parte deste processo, que tem atraído mais passageiros a cada mês. O poder público dá condições e a população passa a usar cada vez mais o transporte público”, finalizou Paulinho.

Informações: Prefeitura de Santo André

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960