Novas tecnologias ajudam passageiros e combatem fraude nos ônibus de São Paulo

sábado, 27 de setembro de 2014

As tecnologias que facilitam a vida das pessoas em diversos serviços e produtos também estão disponíveis no transporte coletivo da cidade de São Paulo. Na zona sul, 20 novos ônibus estão equipados com ar-condicionado, câmeras de monitoramento e validadores de bilhete único com sistema antifraude. A iniciativa tem o objetivo de proporcionar cada vez mais aos usuários viagens confortáveis e com maior segurança, principalmente na hora de embarque e desembarque.

As melhorias no transporte coletivo é um dos temas em discussão na Semana da Mobilidade 2014. Clique aqui e veja a programação completa das atividades.

Além dos 20 ônibus entregues, outros dez já estão sendo preparados para entrar em circulação em bairros como Sacomã e Vila Prudente e outras 200 unidades foram encomendadas pela São Paulo Transportes (SPTrans). Esses ônibus vão se juntar aos 1.785 novos carros que estão circulando na cidade desde janeiro de 2013. Em 2015, a renovação prevê a entrada em operação de mais mil veículos.

Os novos veículos entregues circulam pelas linhas 809P Terminal Campo Limpo-Pinheiros e 857P Terminal Campo Limpo-Paraíso, ambas operadas pela Viação Campo Belo, que atua na zona sul da cidade. Os veículos contam ainda com seis câmeras instaladas para evitar acidentes, realizar o monitoramento das portas, da movimentação do motorista e uma delas também registra a passagem dos bilhetes pelos validadores. Quatro desses veículos também oferecem sinal wi-fi gratuitamente a todos os passageiros.

Já estão em fase de homologação outros equipamentos, como contadores de passageiros, comunicação 3G/4G, letreiro externo, sistema de áudio e de telemetria (sistema de monitoramento dos veículos).

Tecnologia GPS
Todos os 15 mil veículos que operam no sistema de transporte público municipal são equipados com GPS, equipamento que permite o acompanhamento em tempo real dos coletivos. No site Olho Vivo, desenvolvido pela SPTrans, é possível visualizar um mapa do trajeto de alguns veículos e as suas posições em tempo real, com base nestes equipamentos instalados.

GPS – Global Positioning System (Sistema de Posicionamento Global), é um sistema de satélites e outros dispositivos que tem como função básica prestar informações precisas sobre o posicionamento individual de um objeto no planeta.

Validadores contra fraude
Também estão em fase de implantação os novos modelos de validadores que irão tornar o sistema mais seguro no combate às eventuais fraudes no Bilhete Único. Os novos equipamentos apresentam tecnologia avançada, com capacidade de armazenamento e transmissão de dados e fotos por meio de wi-fi.

Estes novos validadores permitirão, por exemplo, maior agilidade na identificação de cartões roubados e perdidos, aumentando a segurança dos passageiros, permitindo inclusive a identificação de usuários que estejam utilizando bilhetes especiais de maneira indevida.

As operadoras têm até janeiro para equipar os ônibus com os novos modelos. Na primeira semana de agosto deste ano, os primeiros validadores, instalados em 50 ônibus, começaram a rodar pela cidade, oferecendo aos usuários mais segurança nos seus cartões e no combate às fraudes, protegendo os cidadãos e também o patrimônio da cidade.

QR Code
Desde junho deste ano, os pontos de ônibus da cidade recebem adesivos com os chamados QR Codes, uma espécie de código de barras que ao ser fotografado por smartfones pode ser decodificado, proporcionando o acesso de informações atualizadas sobre ações que estão sendo realizadas no local.

Atualmente a cidade conta com 20 pontos de ônibus que oferecem esta tecnologia. A meta é instalar 250 pontos de ônibus com QR Code por mês na cidade de São Paulo.

Para utilizar este sistema é necessário que o usuário tenha em seu celular um aplicativo que decifre o código.

Laboratório de Tecnologia 
Lançado em fevereiro com o intuito de incentivar a criação de aplicativos e softwares, o Laboratório de Tecnologia e Produtos para Mobilidade Urbana busca soluções tecnológicas para facilitar os deslocamentos pela cidade e sua integração com os modais de transporte disponíveis.

Esta iniciativa, que tem como parceira a Universidade de São Paulo, ganhou neste mês o prêmio MobiPrize, da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, em reconhecimento por seu foco na busca por novas ferramentas de facilitação para a mobilidade.

Hackatona do Ônibus
Além destas medidas, atualmente a SPTrans apoia o desenvolvimento de novas tecnologias que auxiliam os usuários, como a “Hackatona do ônibus”, que em outubro do ano passado premiou desenvolvedores e programadores digitais de três aplicativos voltados para o transporte público coletivo.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960