Governo de SP assina contrato para construção de monotrilho do ABC

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin assinou sexta-feira (22) o contrato de concessão para a construção da Linha 18-Bronze ao lado da ministra Miriam Belchior. O monotrilho vai interligar o ABC – Santo André, São Bernardo a capital paulista, e as obras devem começar imediatamente.

A Linha 18 segundo estimativas do Estado transportará cerca de 314 mil passageiros/dia e ligará a Estação Tamanduateí, com integração para as linhas 2-Verde, do Metrô, e 10-Turquesa, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos ao sistema de transporte coletivo intermunicipal, e, terá 13 estações ao longo do percurso de 14,9 km.

O consórcio ABC Integrado, que venceu uma concorrência internacional por meio de Parceria Público-Privada, tem quatro anos para concluir a construção. As empresas Primav, Encalso, Cowan e Benito Roggio Transportes terão ainda 21 anos para operação comercial e manutenção do sistema.

Um total de R$ 4,26 bilhões serão investidos nas obras. O governo e a iniciativa privada investirão R$ 3,8 bilhões (50% cada um). O governo federal investirá R$ 400 milhões oriundos do Orçamento Geral da União – PAC 2, a fundo perdido. Cerca de R$ 406 milhões, do montante investido pelo governo serão utilizados para financiar as desapropriações necessárias para a execução da obra.
“A Linha 18 é feita de grandes parcerias: o governo federal, das prefeituras de São Paulo, São Caetano, Santo André e São Bernardo do Campo. Então, é uma união de esforço dos três níveis de governo e da iniciativa privada, porque metade dos recursos da obra é privada”, afirmou Alckmin.

De acordo com o governador, as obras devem começar imediatamente. “O início das obras é imediato”, é só iniciar as desapropriações, montar canteiros”, comentou Alckmin.

O secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, explicou que a escolha do monotrilho para atender a demanda no ABC se baseou em estudos sobre a demanda da região.

“Acredito que a obra vai contribuir de uma maneira importante para melhorar o transporte coletivo urbano tanto na capital como na região metropolitana”, disse a ministra Mirian Belchior que representou a presidente Dilma Rousseff.

Informações: Jornal Imprensa ABC

Leia também sobre:

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960