Recife: Enfim a Via Mangue e Faixa Azul na Domingos Ferreira

domingo, 1 de junho de 2014

A Prefeitura do Recife vai liberar para o tráfego de veículos o primeiro trecho da Via Mangue, na Zona Sul do Recife, no próximo dia 8 de junho. O plano de circulação viária foi apresentado na manhã desta quinta-feira (29) pelos secretários Victor Vieira, de Infraestrutura e Serviços Urbanos, e João Braga, de Mobilidade e Controle Urbano. A abertura será feita em três etapas, além da implantação de uma Faixa Azul na Avenida Engenheiro Domingos Ferreira e um novo plano de circulação do território sul.

A obra é considerada a maior intervenção viária das últimas décadas na capital pernambucana, com 4,5 quilômetros de extensão e está sendo desenvolvida pela Prefeitura do Recife em parceria com o Governo Federal. No dia 8 será liberada a pista oeste, no sentido subúrbio, da Ponte Paulo Guerra até a Rua Antônio Falcão. Com a abertura da pista oeste, cerca de 49% do tráfego de automóveis que atualmente circula pela Avenida Engenheiro Domingos Ferreira deverá migrar para a Via Mangue.

O primeiro trecho liberado inclui o alargamento de duas faixas na Ponte Paulo Guerra, a Ponte Estaiada, a ponte do Encanta Moça, o trecho do aeroclube, a via elevada e os viadutos sobre a Rua Antônio Falcão. No pico da operação, a obra chegou a ter aproximadamente 2.200 trabalhadores, com um investimento total de R$ 431 milhões.

A obra foi iniciada em abril de 2011. Em dezembro de 2012, o empreendimento encontrava-se com 38,22% de conclusão, com ritmo mensal médio de 1,82%. Em maio de 2014, o empreendimento chegou aos 98% de conclusão, com ritmo mensal médio de 3,53%. Os 2% restantes serão concluídos até o final do ano.

CIRCULAÇÃO - Para abertura da pista oeste da Via Mangue, a Prefeitura do Recife contratou uma empresa especializada em engenharia de tráfego para elaborar um plano de reestruturação da circulação viária do território sul do Recife. Este estudo partiu da análise da circulação, inicialmente prevista para a Via Mangue, o que possibilitou a identificação dos pontos críticos de capacidade da via. Foram realizadas 11 diferentes simulações de cenários para avaliar a melhor alternativa de deslocamento tanto para aqueles que se dirigem à Boa Viagem quanto para os que circulam no bairro.

O traçado da Via Mangue tem a função de uma via expressa, com duas faixas de tráfego e sem semáforos, onde a velocidade regulamentada será de 60 km/h, com alguns trechos a 40 km/h. Com isso, será possível reduzir o tempo de deslocamento, principalmente para aqueles que se destinam aos trechos a partir da Rua Antônio Falcão.

O estudo do território sul recomendou a implantação da Via Mangue em etapas e também identificou a viabilidade de implantação de uma faixa exclusiva para o transporte público na Avenida Engenheiro Domingos Ferreira, beneficiando também aqueles que utilizam os ônibus em seus deslocamentos. Na Via Mangue também haverá calçadas acessíveis e ciclovia em toda a sua extensão, favorecendo pedestres e ciclistas. Na Ponte Estaiada haverá ainda um espaço de convivência, com bancos e área de contemplação.

1ª fase – abertura da pista oeste da Via Mangue

Com a abertura desta etapa, no dia 8 de junho, os condutores que acessam a Zona Sul pela Avenida Herculano Bandeira com destino a Imbiribeira, Piedade, Ipsep e Jordão, poderão acessar a pista oeste a partir da Ponte Paulo Guerra. A pista oeste da Via Mangue não tem acessos ao longo de sua extensão. Os condutores chegarão mais rápido nas ruas Dom João VI (Canal do Jordão), Fernando Simões Mendes (Canal de Setúbal) e na Avenida General Mac Arthur, que dá acesso à Avenida Mascarenhas de Morais. Aqueles que pretendem chegar até as vias que antecedem a Rua Antônio Falcão devem continuar utilizando a Avenida Engenheiro Domingos Ferreira, já que esta via não possui outras saídas. Com a abertura da pista oeste, é esperado que cerca de 49% do tráfego de automóveis que atualmente circula pela Avenida Engenheiro Domingos Ferreira irá migrar para a Via Mangue. Isso representa cerca de 17 mil veículos dos 57.500 que trafegam pela via diariamente.

2ª fase – Implantação da Faixa Azul na Avenida Engenheiro Domingos Ferreira

No dia 12 de junho, o Recife irá ganhar mais um corredor exclusivo para ônibus. A Faixa Azul na Zona Sul da cidade terá início na Av. Herculano Bandeira e se prolongará por toda extensão da Avenida Engenheiro Domingos Ferreira (até a Rua Barão de Souza Leão), somando mais 5,8 quilômetros de prioridade para o transporte público.

A Faixa Azul vai permitir que os ônibus ganhem mais velocidade, reduzindo o tempo de viagem dos usuários do transporte público. No trecho que vai receber a Faixa Azul circulam 24 linhas de ônibus, que realizam até 169 viagens por hora e transportam até 17 mil passageiros no mesmo período. O corredor vai funcionar de segunda a sexta-feira, entre 6h e 22h e vai permitir a ultrapassagem para o ônibus quando o outro estiver parado para embarque e desembarque de passageiros.

Cerca de 130 placas de sinalização serão colocadas em toda a extensão do corredor, além da sinalização horizontal. Com a implantação desta Faixa Azul, serão 28 quilômetros de corredores exclusivos no Recife, sendo 21,4 apenas de Faixa Azul. Outras vias que contam com o benefício são a Rua Cosme Viana e a Avenida Mascarenhas de Morais, onde o ganho de velocidade média do transporte coletivo chega até 40%. A fiscalização será inicialmente realizada pelos agentes de trânsito e, posteriormente, por equipamento eletrônico, cuja licitação já encontra-se em andamento.

3ª fase – Abertura do primeiro trecho da pista leste da Via Mangue

No dia 1º de setembro, a Prefeitura do Recife inicia a terceira etapa da Via Mangue, com a abertura parcial da pista leste no sentido subúrbio/centro. O trecho da pista leste da via que será inaugurado fica entre a Rua Félix de Brito e a Rua Henrique Capitulino, favorecendo, principalmente, cerca de 25 mil moradores desta área, que terão uma nova opção de trajeto.

Com a abertura da pista leste, haverá a necessidade de realizar mudanças na circulação de veículos e adequação da rede semafórica no bairro, que também vai beneficiar a circulação no seu entorno. Algumas delas são: o acesso direto da Via Mangue para Avenida Boa Viagem pela Rua Padre Bernardino Pessoa; complementação dos binários já existentes entre as ruas Tenente João Cícero e Padre Bernardino Pessoa e da Antônio Falcão com a Maria Carolina; inversão de sentido das ruas José Maria de Miranda e Henrique Capitulino; inversão de Sentido da Rua Dona Benvinda de Farias entre Av. Conselheiro Aguiar e a Av. Eng. Domingos Ferreira e adequação da rede semafórica.

4ª fase – Abertura do segundo trecho da pista leste da Via Mangue

A segunda parte da pista leste será aberta em dezembro deste ano, no sentido centro/subúrbio, no trecho que liga a Avenida República do Líbano à Rua Doutor Gilson Machado Guimarães. Esta será mais uma opção para os condutores que pretendem acessar a zona sul, amenizando ainda mais o fluxo de veículos na Avenida Engenheiro Domingos Ferreira. Nesta etapa, também será implantada uma alça para que a comunidade do Jardim Beira Rio possa acessar a pista leste da Via Mangue.

HISTÓRICO - Em janeiro do ano passado, foi iniciada a utilização do equipamento cantitraveller, que instala as estacas sem comprometer o meio ambiente. Também foram abertas novas frentes de trabalho, o acréscimo de 3° turno, liberação da área do Aeroclube, com a imissão de posse, além da liberação da área da Compesa, no Cabanga, e a implantação de mais uma faixa da ponte Paulo Guerra. Com a utilização do cantitreveller para a implantação das estacas que dão sustentação ao trecho elevado da Via Mangue, o impacto sobre o meio ambiente foi reduzido. Esse projeto permite que as águas e toda a vegetação do mangue se recomponham rapidamente, nas laterais e embaixo da via elevada.

Na área do Aeroclube foi construída a via elevada que se estende por todo o manguezal. Ao mesmo tempo, foram executados serviços em paralelo à Avenida Domingos Ferreira, seguindo até a praça localizada por trás do supermercado Bompreço. Na ponte Paulo Guerra o trabalho consistiu na instalação da Ponte Estaiada e o alargamento em duas faixas. A obra engloba ainda a construção de quatro elevados por sobre a Rua Antônio Falcão, em Boa Viagem.

DADOS DA OBRA

- Valor atual do contrato: R$ 431 milhões
- Início da obra: 7 de abril de 2011 (Ordem de Serviço)
- Previsão de término: Dezembro de 2014
- Status da obra: 98% (Maio 2014)

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960