Em Salvador, Acordo entre Rodoviários e Seteps não descarta greve

segunda-feira, 26 de maio de 2014

A direção do Sindicato dos Rodoviários diz que entrou em acordo com donos das empresas de ônibus de Salvador, na tarde desta segunda-feira (26). Ambos afirmam que aprovaram a proposta da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE). Entretanto, uma parte dos rodoviários rejeitou a proposta e parou os coletivos nas ruas da capital baiana, por volta das 14h.
Foto: Henrique Mendes/G1
Eles declaram que uma greve continua confirmada para terça-feira (27). Já o vice-presidente do sindicato, Fábio Primo, afirma que com o acordo, a greve da categoria foi suspensa.

A proposta mediada pelo SRTE garante reajuste salarial de 9%, incidindo sobre o tíquete refeição e todas as cláusulas econômicas; jornada de trabalho de sete horas com intervalos de 20 minutos; e comprometimento das empresas de não discriminar o trabalho feminino nas suas áreas operacionais.

Em nota, o sindicato informou que os trabalhadores rodoviários aprovaram, em assembleia geral na tarde desta segunda-feira, às 15h, o acordo proposto pela SRTE e a suspensão da greve que estava marcada para começar à 0h de terça-feira.

Também por meio de comunicado oficial, o Setps (sindicato que representa as empresas de ônibus), afirmou que o acordo assinado na tarde desta segunda-feira põe fim à ameaça de greve da categoria. "Os protestos isolados realizados por dissidentes em alguns pontos da cidade não refletem o posicionamento dos trabalhadores rodoviários", diz a entidade.

Os motoristas de ônibus de Salvador que não aceitam o acordo pararam coletivos em diversos pontos da capital baiana. No bairro da Sete Portas, em frente ao Sindicato dos Eletricitários do Estado da Bahia (Sinergia), local onde estava marcada a assembleia da categoria, o trânsito ficou parado. De acordo com a Transalvador, também houve parada de coletivos nas Estações Pirajá e Mussurunga, Rótula do Abacaxi, Barros Reis, Amaralina e Campo Grande.

Os coletivos pararam de circular na Estação Mussurunga no início da tarde, segundo informações da Transalvador e da Polícia Militar. A PM afirmou que não houve confusão na estação, e que a situação era considerada tranquila. Por volta das 18h30, a Transalvador informou que os ônibus começaram a sair das Estações Mussurunga e Pirajá e que o trânsito nos locais estava melhorando, mas que ainda era lento.

Informações: G1 BA

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960