Dez bicicletários do Metrô de São Paulo serão reabertos

terça-feira, 2 de julho de 2013

No dia 15 de dezembro de 2012, os ciclistas de São Paulo se depararam com os bicicletários fechados na maioria das estações de metrô da capital paulista. Por falta de patrocínio, 13 dos 17 de pontos de empréstimo, aluguel e estacionamento de bicicletas foram fechados.

Apenas as unidades das estações Anhangabaú, Palmeiras-Barra Funda, Guilhermina-Esperança, da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô), e Butantã (da linha 4-Amarela, operada pela ViaQuatro) continuaram funcionando em regime de contingência.
Problemas de gestão relacionados à renovação de contrato foram alguns dos fatores responsáveis pela suspensão temporária do serviço. De acordo com a nota oficial publicada pela assessoria do Governo do Estado de São Paulo, que responde pela administração do Metrô, a partir da próxima sexta-feira (5) os bicicletários voltarão a funcionar em dez estações: Liberdade, Paraíso, Sé, Vila Madalena, Tamanduateí, Brás, Carrão, Corinthians-Itaquera, Guilhermina-Esperança e Santa Cecília.

A empresa FGTV Produções foi credenciada pelo Metrô para operar os bicicletários e terá que seguir as regras estabelecidas pela instituição. As novas normas determinam que as 12 primeiras horas serão gratuitas e depois haverá a cobrança de R$2 pelo uso da hora adicional.

Nos casos de empréstimos, os primeiros 30 minutos serão gratuitos e após este período o usuário também pagará R$2 por hora. Além disso, a empresa será responsável por ocorrências nos estacionamentos como roubos e furtos, além do seguro contra danos. O horário de funcionamento dos bicicletários continuará das 6h às 22h.

Informações: WebVenture

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960